Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

S.Bernardo contrata apoio a obras de infraestrutura

Nario Barbosa/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Consórcio que venceu licitação auxiliará Prefeitura na execução de programa com recursos da CAF


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

11/08/2018 | 07:00


O governo do prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), contratou empresa terceirizada para prestar serviço técnico de engenharia que visa dar apoio ao programa de infraestrutura urbana na cidade, com financiamento da CAF (Corporação Andina de Fomento), banco de desenvolvimento da América Latina. O valor total do empréstimo externo envolve US$ 125 milhões (o que corresponde a R$ 483 milhões). Em concorrência internacional, o acordo para supervisão foi finalizado com o Consórcio PPO-São Bernardo. A proposta da vencedora do processo ficou em R$ 9,3 milhões.

O grupo que ganhou a licitação é composto pelas empresas Planservi Engenharia Ltda e Paulo Oliveira Engenharia Ltda, tendo o vínculo vigência pelo período de dois anos. A terceirizada fará trabalho especializado de consultoria na área de engenharia. Os recursos globais abrangem a conclusão de obras de mobilidade, como o Corredor Leste-Oeste, acesso que ligará os extremos do município, orçado preliminarmente em R$ 418 milhões, além de financiar projetos no setor de saneamento, com implantação de sistema de drenagem na tentativa de evitar alagamentos no Centro e na região da Vila Vivaldi.

A previsão de término das obras, segundo o Paço, é dezembro de 2019, próximo ao ano derradeiro de mandato do tucano à frente da Prefeitura. O governo Morando, por meio das secretarias de Finanças e de Transportes e Vias Públicas, alegou que as obras do programa de infraestrutura de São Bernardo, denominado Proinfra, “estão em andamento” e compreendem o Corredor Leste-Oeste e o Centro Seco (Drenar). “A CAF liberou os recursos de acordo com a evolução das obras: ao Corredor Leste-Oeste – Lote 1 (56%), Lote 2 (34%) e Centro Seco (76%), totalizando (quantia de) US$ 50.177.565,24 (o equivalente a R$ 193,88 milhões)”, pontuou.

O Senado Federal aprovou há exato um ano autorização para que o Paço contraísse a operação de crédito, com garantia do governo federal, para financiar obras paralisadas, herdadas da gestão do ex-chefe do Executivo Luiz Marinho (PT). A aprovação no Congresso Nacional se fazia necessária na ocasião por se tratar de negociação em que a União se coloca como fiadora do acordo externo. O contrato está vinculado à instituição financeira, que promove empréstimos a governos e empresas de 19 países da América Latina.

O aval do Ministério da Fazenda e da Cofiex (Comissão de Financiamentos Externos), atrelada à Pasta do Planejamento, foi concedido também no ano passado, depois da verificação de nota de risco de classificação B.

ASSINATURA
O vínculo com a CAF foi assinado por Morando no mês de outubro, em Brasília. Técnicos do banco vieram para São Bernardo, logo na sequência, para vistoriar as obras fisicamente. As intervenções do Drenar, por exemplo, foram calculadas inicialmente em R$ 295,8 milhões, mas já atingem o montante de R$ 319 milhões após aditivo aprovado em setembro de 2016. As obras na região central da cidade preveem, além de piscinão capaz de armazenar até 220 milhões de litros, galerias construídas sob a Rua Jurubatuba e a Avenida Aldino Pinotti.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados