Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 16 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Comércio da região prevê expansão de até 15% no Dia dos Pais

Denis Maciel/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Comparado a 2017, expectativa dos shoppings é mais otimista do que a do comércio de rua


Flavia Kurotori
especial para o Diário

10/08/2018 | 07:12


Embora o Dia dos Pais, celebrado no domingo, seja a terceira melhor data para o comércio – atrás do Natal, Dia das Mães e empatando com Dia dos Namorados –, o setor está mais otimista com as vendas deste ano. Frente a 2017, os shoppings da região projetam alta de até 15%, enquanto que as associações comerciais, até 8%.

A maior expectativa dos centros de compras se justifica pelo fato de que 37% dos consumidores do Grande ABC optam por comprar em shoppings, enquanto que 33% preferem o comércio formal no centro da cidade e, 6%, lojas de bairro, conforme PIC (Pesquisa de Intenção de Compras) da Metodista.

O Atrium Shopping, de Santo André, é o mais otimista. Segundo a gerente geral Vanessa Nery, a expectativa é que as vendas aumentem 15%. Já o Golden Square, de São Bernardo, estima crescimento de 13%. Na avaliação do gerente de marketing Marcus Sanabria, a projeção é motivada pela crescente confiança do consumidor e pelo “cenário macroeconômico mais favorável às compras”.

Em Diadema, o Praça da Moça visa adição de 10% no comércio. O gerente de marketing Danilo Senturelle atribui o otimismo à recente abertura de lojas do segmento masculino, além de resultados positivos de promoção voltada à data, iniciada no mês passado. A perspectiva é a mesma do shopping são-bernardense Metrópole, que almeja aumento de 10% nas vendas. Mais cauteloso, o Mauá Plaza prevê alta de 8%.

Também otimista, o comércio de rua espera incremento de até 8%, caso da Acisbec (Associação Comercial e Industrial de São Bernardo). “A situação econômica está melhorando paulatinamente, e nas datas anteriores deste ano, como Dia das Mães e Namorados, observamos pequeno crescimento em relação a 2017”, justifica Valter Moura, presidente da entidade.

Por sua vez, o varejo andreense aposta na expansão de 6%, conforme a Acisa (Associação Comercial e Industrial de Santo André). Em Ribeirão Pires, a Aciarp (Associação Comercial Industrial e Agrícola de Ribeirão Pires) estima alta de 2%.

ATRATIVO
Para atrair clientes, os shoppings lançam mão de promoções. No Atrium, R$ 150 em compras até o dia 19 concedem cupom para concorrer a moto e cartela ‘raspou-ganhou’, com prêmios como notebook, smartphone e adega climatizada.

No Grand Plaza, a cada R$ 300 gastos se ganha kit com duas cervejas artesanais e visita guiada à Cervejaria Madalena. No Golden, R$ 200 consumidos mais R$ 13,90 dão kit MasterChef com faca e garfo para churrasco. No Mauá, R$ 250 em compras oferecem par de ingressos para show de Raça Negra, Péricles e Skank. No Praça da Moça, pelo mesmo valor, o cliente concorre a moto. Em todos eles, promoção vai até domingo.

Restaurantes visam procura 8% maior neste domingo

Embora seja considerada uma data ‘fraca’ para o setor, os restaurantes esperam aumento de 8% na procura para o Dia dos Pais, se comparado ao ano passado. No entanto, em relação a um domingo tradicional, o movimento deve ser entre 15% e 20% maior, segundo o Sehal (Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação do Grande ABC).

“Normalmente, as famílias compram presente e ficam em casa para celebrar o Dia dos Pais”, afirma Roberto Moreira, presidente da entidade. “Quem opta por comer fora, nos últimos anos, mesmo com maior número de mesas ocupadas no dia, o valor gasto por elas têm sido menor”, observa, sem estimar ganhos no faturamento dos restaurantes.

O andreense Bistrô 558 visa manutenção no movimento ante 2017, dado que irá operar no sistema de reservas (ao meio dia e às 14h), com lotação máxima de 80 pessoas por horário. O local aposta no prato de bacalhau grelhado com batata doce empanada em lâminas de amêndoas, que sai por R$ 39,90.

O restaurante 7 Mares, em São Caetano, acredita que o crescimento na movimentação deve ser de, pelo menos, 10%. “No ano passado, a essa altura (na quinta-feira), tínhamos reservado apenas 90% das mesas (para almoço especial, no sistema all inclusive), mas, neste ano, já está esgotado”, explica Simon Calcin, proprietário e chef. No sistema de buffet tradicional da casa (a partir de R$ 64,90), o atendimento será feito por ordem de chegada.

O Bistrô da Enoteca, em São Bernardo, projeta aumento de 50% no movimento, sendo necessária reserva. No estabelecimento, o tíquete médio é de R$ 90 por pessoa, e os pratos são inspirados nas culinárias francesa e italiana. Na ocasião, qualquer rótulo de vinho estará com 15% de desconto.

Em Santo André, o Varanda do Parque, do Mercure Hotel, espera incremento de 60% no número de clientes.” Apostamos em dois diferenciais, o primeiro é o terraço, assim podemos deixar uma churrasqueira ao ar livre. E, o segundo, a cozinha, liderada pelo chef gaúcho Márcio Munhoz”, destaca Letícia Souza, coordenadora do estabelecimento. Com foco no churrasco, o almoço all inclusive sai a R$ 96 por pessoa. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;