Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 14 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Terceirizados não aceitam proposta e mantêm greve

Manserv oferece R$ 400 de vale-alimentação, mas trabalhadores pleiteiam reajuste de 2,5%


Yara Ferraz
Do Diário do Grande ABC

04/08/2018 | 07:14


Cerca de 220 trabalhadores terceirizados que atuam na manutenção da Recap (Refinaria de Capuava), em Mauá, não aceitaram a proposta da empresa contratante Manserv. Em assembleia, ontem, os funcionários decidiram manter a greve, que já dura sete dias úteis.

Para o diretor social do Construmob (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário em Santo André, Mauá, Ribeirão e Rio Grande), Mauro Coelho, a expectativa era de um vale-alimentação maior. “A empresa ofereceu R$ 400, mas não incluiu o reajuste (reivindicação é por 2,5%), o que era muito importante”, afirmou. Além disso, eles pedem mudança no plano de saúde, para que a rede credenciada na região seja ampliada.

A Manserv informou que diante da situação aguarda decisão do TRT-2 (Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região) e que cumpre legalmente todos os contratos. “A empresa também esclarece que sempre esteve aberta ao diálogo.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;