Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 26 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Começa a 25ª Bienal Internacional do Livro

Autora de São Caetano Francine Machado lança a obra ‘A Pirueta da Bailarina Fofinha’


Vinícius Castelli

03/08/2018 | 07:00


 Quem gosta do universo literário tem programação para este mês. Começa hoje a 25ª edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que toma conta até dia 12 do Pavilhão de Exposições do Anhembi. É oportunidade para saber o que há de novo no mundo dos livros.

Autora e professora de artes de São Caetano, Francine Machado aproveita a oportunidade para lançar hoje o livro A Pirueta da Bailarina Fofinha (Scortecci Editora, 32 páginas), voltada ao público infantojuvenil. Segundo a autora, a obra fala sobre sonhos infantis, gordofobia, debate a importância de os professores estimularem as crianças e trata de bullying. “Tudo de forma lúdica”, explica.

“É minha primeira vez na bienal como autora, mas este é meu segundo livro. O outro se chama Guardião da Cidade. Tenho uma relação afetiva com o evento. Sempre fui nerd literária, as crianças estavam correndo e eu desenhando e lendo. Meu primeiro salário ‘torrei’ todo na bienal. É uma conquista que levou tempo”, diz.

A autora trabalhou por anos na obra. Uma vez fez teste em instituto empresarial que dava reforço escolar nas comunidades que se formaram ao redor das fábricas dos empresários. Ela se recorda que havia uma menina que tinha visto balé pela primeira vez. “Ela disse que seria bailarina, pois no palco estava a paz que ela precisava para entender o mundo. Isso ficou em mim. Você vê como a criança mira longe”, diz. Tempos depois viu um vídeo de uma moça acima do peso que teimava praticar balé. “Ela não consegue fazer alguns movimentos, mas os que faz são incríveis. Juntei tudo e fiz o livro”, explica.

Outra da região que terá sua obra lançada é a estudante mauaense Maria Gabriella. Ela apresenta a coletânea de textos Poesias de Maria (Rizoma Editorial, 96 páginas). A ideia de escrever o livro surgiu durante visita a uma feira literária em Paranapiacaba. Segundo a autora, os contos presentes na obra falam de várias coisas. Do que a encanta no dia a dia, lembranças alegres, situações tristes, exemplos de amor e até mensagens de protesto.

PROGRAMAÇÃO
Entre os diversos estandes está o da Mauricio de Sousa Produções, que terá, nesta edição, 13 lançamentos. Amanhã, inclusive, o desenhista fará conversa com o público, às 15h, ao lado de Ziraldo, a respeito da nova obra dos dois, Mônica e o Menino Maluquinho na Montanha Mágica. Além de diversos autores brasileiros, a bienal conta com nomes internacionais. São 22 no total. Entre eles estão David Levithan, Marissa Meyer, Lauren Blakely e Tessa Dare. Tradicional, o evento apresenta ao público 197 expositores – em 2016 foram 280 –, e 313 autores. A expectativa é receber cerca de 700 mil visitantes durante os dez dias.

25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo – Pavilhão de Exposições do Anhembi – Av. Olavo Fontoura, 1.209. São Paulo. Até dia 12. Ingr.: R$ 20 de segunda a quinta e R$ 25 de sexta a domingo (no local e no site www.totalacesso.com).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;