Fechar
Publicidade

Sábado, 20 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Produção de petróleo no Brasil caiu 3,2% em junho ante junho de 2017

Ichiro Guerra/PR / Blog do Planalto/EBC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


02/08/2018 | 15:36


A produção de petróleo e gás natural no Brasil em junho foi de 3,313 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d), segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), divulgados nesta quinta-feira, 2. A produção de petróleo foi de 2,59 milhões de barris por dia (bpd), queda de 0,7% ante o mês anterior e de 3,2% na comparação com junho de 2017. Já a produção de gás natural, de 115 milhões de m3 por dia, cresceu 2,7% ante maio e 3,4% frente a igual mês do ano passado.

No pré-sal, a produção fechou em 1,763 milhão de boe/d, alta de 4,5% ante junho de 2017 e queda de 4,2% ante o mês anterior. "O principal motivo da queda foi a parada para manutenção da FPSO Cidade de Paraty, localizada no campo de Lula, no pré-sal da Bacia de Santos", informou a ANP, em nota. A produção de petróleo foi de 1,405 milhão de bpd e a de gás natural, de 57 milhões de m3/d. Ao todo, a produção do pré-sal correspondeu a 53,2% do total extraído no Brasil. O campo de Lula, na Bacia de Santos, foi o maior produtor de petróleo e gás natural. Produziu, em média, 835 mil bpd de petróleo e 35,7 milhões de m3/d de gás natural.

A ANP informou ainda que o índice de aproveito de gás natural no País foi de 96,4%, com a disponibilização no mercado de 63,4% milhões de m3/d. A queima de gás totalizou 4,2 milhões de metros cúbicos por dia, um aumento de 0,7% se comparada ao mês anterior e redução de 7,9% em relação ao mesmo mês em 2017.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Produção de petróleo no Brasil caiu 3,2% em junho ante junho de 2017


02/08/2018 | 15:36


A produção de petróleo e gás natural no Brasil em junho foi de 3,313 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d), segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), divulgados nesta quinta-feira, 2. A produção de petróleo foi de 2,59 milhões de barris por dia (bpd), queda de 0,7% ante o mês anterior e de 3,2% na comparação com junho de 2017. Já a produção de gás natural, de 115 milhões de m3 por dia, cresceu 2,7% ante maio e 3,4% frente a igual mês do ano passado.

No pré-sal, a produção fechou em 1,763 milhão de boe/d, alta de 4,5% ante junho de 2017 e queda de 4,2% ante o mês anterior. "O principal motivo da queda foi a parada para manutenção da FPSO Cidade de Paraty, localizada no campo de Lula, no pré-sal da Bacia de Santos", informou a ANP, em nota. A produção de petróleo foi de 1,405 milhão de bpd e a de gás natural, de 57 milhões de m3/d. Ao todo, a produção do pré-sal correspondeu a 53,2% do total extraído no Brasil. O campo de Lula, na Bacia de Santos, foi o maior produtor de petróleo e gás natural. Produziu, em média, 835 mil bpd de petróleo e 35,7 milhões de m3/d de gás natural.

A ANP informou ainda que o índice de aproveito de gás natural no País foi de 96,4%, com a disponibilização no mercado de 63,4% milhões de m3/d. A queima de gás totalizou 4,2 milhões de metros cúbicos por dia, um aumento de 0,7% se comparada ao mês anterior e redução de 7,9% em relação ao mesmo mês em 2017.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;