Fechar
Publicidade

Sábado, 22 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Poesia do Leitor: Adeladio Leite


da Redação

29/07/2018 | 07:00


ESTUPIDEZ

No vai e vem dos que não tem
não vai ter dos que vieram,
que vira névoas ficaram invisíveis
que tenta virar estrela sem brilho
E os que sugiram ontem e a manhã
ou será do que não pensa em não ser
E os que cheiram a maresia azeda do solo
os olhares de censura que cheiram a gasolina
a brilhantina com cheiro de perversidade
da violência dos que geram
a violência que infiltra
Os que sobraram cheiram ao caos
e os resíduos
da estupidez social,
da pré -moralidade do cheiro da inquisição
e violência moral
violência institucional e social
todos se intitulam
juristas criminais

O AUTOR: Adeladio Leite.

Tem alguma poesia que deseja mostrar? Mande para a gente no e-mail cultura@dgabc.com.br. Ela poderá ser publicada aqui.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;