Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 17 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Santo André amplia vagas da frente de trabalho

Divulgação/Prefeitura de Santo André Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

27/07/2018 | 16:34


A Prefeitura de Santo André apresentou na tarde desta sexta-feira os detalhes do programa Frente Social de Trabalho, que vai substituir o Getis (Geração de Trabalho de Interesse Social). Serão até 2,4 mil vagas para moradores da cidade em situação de vulnerabilidade social. Além do emprego, cujo contrato terá duração de um até quatro anos, os beneficiários poderão fazer cursos de qualificação profissional.
Uma parceria com o CPTR (Centro Público de Trabalho e Renda) vai encaminhar os munícipes, ao final da parceria, para vagas no mercado de trabalho formal. "Vamos atuar com a intersetorialidade entre as pastas, para otimizarmos os recursos e melhorar o atendimento", destacou a primeira-dama e presidente do Núcleo de Inovação Social Ana Carolina Barreto Serra. "É um chavão, mas não tem outra definição. Queremos dar o peixe à quem precisa, mas também ensinar a pescar", completou o prefeito Paulo Serra (PSDB). 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santo André amplia vagas da frente de trabalho

Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

27/07/2018 | 16:34


A Prefeitura de Santo André apresentou na tarde desta sexta-feira os detalhes do programa Frente Social de Trabalho, que vai substituir o Getis (Geração de Trabalho de Interesse Social). Serão até 2,4 mil vagas para moradores da cidade em situação de vulnerabilidade social. Além do emprego, cujo contrato terá duração de um até quatro anos, os beneficiários poderão fazer cursos de qualificação profissional.
Uma parceria com o CPTR (Centro Público de Trabalho e Renda) vai encaminhar os munícipes, ao final da parceria, para vagas no mercado de trabalho formal. "Vamos atuar com a intersetorialidade entre as pastas, para otimizarmos os recursos e melhorar o atendimento", destacou a primeira-dama e presidente do Núcleo de Inovação Social Ana Carolina Barreto Serra. "É um chavão, mas não tem outra definição. Queremos dar o peixe à quem precisa, mas também ensinar a pescar", completou o prefeito Paulo Serra (PSDB). 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;