Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

'Guerra comercial acontece há anos e estávamos perdendo', diz Trump

EVAN VUCCI/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


26/07/2018 | 19:27


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quinta-feira que o seu país não está "começando" uma guerra comercial. "A guerra comercial já acontece há anos e nós estávamos perdendo, mas agora estamos ganhando", acrescentou.

Em um comício na fábrica da siderúrgica US Steel em Granite City, no Estado de Illinois, o americano defendeu que, antes de sua chegada à Casa Branca, os EUA eram vistos no comércio global como um "bobão gordo e largado" de que todos conseguiam "se aproveitar". "Mas agora estamos contra-atacando", exclamou.

Na sua visão, a economia americana está agora "muito melhor que a da China e que a de qualquer país da Terra". "Temos os piores acordos comerciais da história, mas, agora, eles estão se tornando bons de novo."

Trump celebrou o entendimento alcançado em reunião na Casa Branca com o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, por um trabalho conjunto para zerar tarifas, barreiras e subsídios sobre bens industriais, à exceção dos setores automotivo e siderúrgico. "A União Europeia entendeu que suas tarifas sobre carros americanos estão erradas", alegou.

Nesse contexto, Trump comentou também que a China "tentou prejudicar agricultores americanos" e "roubar propriedade intelectual" no país. "Mas a UE concordou em comprar quase imediatamente um grande volume de soja dos nossos agricultores", ponderou.

Em um aceno à plateia, o presidente dos EUA afirmou repetidamente que o país "precisa de aço". "Estamos recriando uma indústria gigante" com a atual política comercial, defendeu.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

'Guerra comercial acontece há anos e estávamos perdendo', diz Trump


26/07/2018 | 19:27


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quinta-feira que o seu país não está "começando" uma guerra comercial. "A guerra comercial já acontece há anos e nós estávamos perdendo, mas agora estamos ganhando", acrescentou.

Em um comício na fábrica da siderúrgica US Steel em Granite City, no Estado de Illinois, o americano defendeu que, antes de sua chegada à Casa Branca, os EUA eram vistos no comércio global como um "bobão gordo e largado" de que todos conseguiam "se aproveitar". "Mas agora estamos contra-atacando", exclamou.

Na sua visão, a economia americana está agora "muito melhor que a da China e que a de qualquer país da Terra". "Temos os piores acordos comerciais da história, mas, agora, eles estão se tornando bons de novo."

Trump celebrou o entendimento alcançado em reunião na Casa Branca com o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, por um trabalho conjunto para zerar tarifas, barreiras e subsídios sobre bens industriais, à exceção dos setores automotivo e siderúrgico. "A União Europeia entendeu que suas tarifas sobre carros americanos estão erradas", alegou.

Nesse contexto, Trump comentou também que a China "tentou prejudicar agricultores americanos" e "roubar propriedade intelectual" no país. "Mas a UE concordou em comprar quase imediatamente um grande volume de soja dos nossos agricultores", ponderou.

Em um aceno à plateia, o presidente dos EUA afirmou repetidamente que o país "precisa de aço". "Estamos recriando uma indústria gigante" com a atual política comercial, defendeu.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;