Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Com grande atuação de Victor, Atlético-MG bate Paraná e se recupera no Brasileiro



25/07/2018 | 23:09


O Atlético Mineiro se recuperou no Campeonato Brasileiro. Derrotado nos dois compromissos anteriores, disputados após a Copa do Mundo, o time reagiu nesta quarta-feira ao derrotar o Paraná por 2 a 0, no Independência, pela 15ª rodada, graças a uma atuação inspirada do goleiro Victor.

Apesar do triunfo, o Atlético-MG precisou contar com o brilho do seu goleiro para não tropeçar em casa, tanto que o adversário finalizou quase três vezes mais do que a equipe - 17 a 6 - e sofreu seus gols no momento em que exibia superioridade no jogo, pagando caro por falhas individuais. Além disso, confirmou seus problemas ofensivos, tanto que tem, ao lado do Ceará, o pior ataque do Brasileirão, com apenas oito gols marcados.

O triunfo levou o Atlético-MG aos 26 pontos, sendo importante para o time não perder terreno na briga pelas primeiras posições após ser batido por Grêmio e Palmeiras em seus compromissos anteriores. E o próximo jogo do time será na segunda-feira, na Fonte Nova, diante do Bahia. Já o Paraná estacionou nos 13 pontos, em 18º lugar e na zona de rebaixamento. E voltará a jogar no domingo, no Allianz Parque, contra o Palmeiras.

O JOGO - Em busca da reabilitação após duas derrotas, Thiago Larghi escalou o Atlético-MG com quatro alterações. O treinador trocou a dupla de zagueiros, colocando Leonardo Silva e Iago Maidana, e ainda deu chances aos estrangeiros Tomás Andrade e David Terans, aproveitando as ausências dos suspensos Matheus Galdezani e Luan.

Em seu reencontro com o Atlético-MG, time pelo qual teve uma rápida passagem em 2017, o técnico Rogério Micale colocou o Paraná recuado, aguardando erros de passes do time mineiro. E eles acabaram ocorrendo, especialmente nos momentos em que faltou paciência ao time.

O Atlético-MG tinha o controle da posse de bola e apostava na individualidade de Chará, mas só conseguiu finalizar pela primeira vez após os 30 minutos. Enquanto isso, o Paraná assustava em contra-ataques, como no primeiro lance do jogo, com Rodolfo e também em finalizações que davam trabalho a Victor.

Atuando mal, restou ao Atlético-MG contar com uma jogada de bola parada para abrir o placar. Aos 38 minutos, Terans cobrou falta e Leonardo Silva, no lado direito da pequena área, cabeceou, fazendo 1 a 0, em um gol que soou como castigo para a boa atuação do Paraná na etapa inicial e marcou a volta do veterano ao time após ele ficar de fora dos três duelos anteriores pelo Brasileirão por estar lesionado. Assim, chegou aos 32 gols pelo clube.

O gol atleticano mudou o cenário da partida na etapa final e criou um destaque: Victor. Em desvantagem, o Paraná se lançou ao ataque, adiantou a marcação e criou várias oportunidades de gol, mas sempre parando no goleiro, que fez grandes defesas. E Victor também contou com a sorte quando foi traído pelo efeito, em finalização de Junior, aos 24 minutos, em que só fez a defesa parcialmente e viu a bola passar muito perto da sua meta.

Para tornar a situação do Atlético-MG ainda mais dramática, Fábio Santos deixou o campo lesionado, forçando Larghi a promover a entrada de Carlos Gabriel, que fez a sua estreia entre os profissionais. Mas o que parecia se tornar um jogo dramático, especialmente porque o Paraná ampliou sua pressão após as substituições realizadas por Micale, virou alívio aos 28 minutos. Caio Henrique saiu jogando errado e deu a bola de presente para Elias, que avançou livre e finalizou às redes, fazendo 2 a 0.

O segundo gol não freou o ímpeto ofensivo do Paraná, mas a atuação inspirada de Victor evitou que o time visitante marcasse ao menos uma vez, cenário que não se alterou nem mesmo com expulsão de Lucas Cândido, que deu um carrinho em Silvinho e ficou menos de 20 minutos em campo. Não impediu, porém, o triunfo atleticano em mais uma grande noite de Victor.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-MG 2 x 0 PARANÁ

ALÉTICO-MG - Victor; Patric, Leonardo Silva, Iago Maidana e Fábio Santos (Carlos Gabriel); Zé Welison, Elias, Tomás Andrade (Lucas Cândido), David Terans (Bruno Roberto) e Yimmi Chará; Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi.

PARANÁ - Thiago Rodrigues; Júnior, Cléber Reis, Rayan e Mansur; Leandro Vilela (Torito González), Alex Santana (Raphael Alemão), Caio Henrique (Carlos Eduardo) e Nadson; Silvinho e Rodolfo. Técnico: Rogério Micale.

GOLS - Leonardo Silva, aos 38 minutos do primeiro tempo; Elias, aos 28 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (RS).

CARTÕES AMARELOS - Leonardo Silva e Nadson.

CARTÃO VERMELHO - Lucas Cândido.

RENDA - R$ 262.820.

PÚBLICo - 17.244 pagantes.

LOCAL - Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados