Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Bicicletário continua largado em Sto.André

Denis Maciel/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Instalado há dez anos, espaço na região central da cidade hoje é o reflexo do abandono


Juliana Stern
Especial para o Diário

25/07/2018 | 07:00


Único bicicletário municipal da região, espaço que oferece 152 vagas gratuitas em Santo André, instalado na passagem que liga as ruas Presidente Carlos de Campos e Delfim Moreira, no Centro, está largado à própria sorte, deteriorado e sem segurança.

O equipamento instalado em 2008 serve hoje, dez anos depois, apenas como passagem para os pedestres que buscam cortar caminho e de preocupação. As vagas não guardam sequer uma bicicleta por dia, mas contam com lonas rasgadas e paredes vandalizadas. A guarita da guarda patrimonial que ficava na entrada da passagem foi incendiada há um ano e lixo e garrafas de bebidas se acumulam pelo chão.

Moradores que passam por ali diariamente já reconhecem a viela como sendo um lugar perigoso, principalmente nas primeiras horas da manhã. É o caso da funcionária pública aposentada Antônia Lima, 63 anos, que tinha o bicicletário como parte do caminho diário quando trabalhava próximo ao Teatro Municipal. No ano passado, diz ter sido assaltada na entrada da passagem, perto das 5h30. “Comigo foi só uma vez, mas conheço muita gente que já foi roubada aqui. Levam tudo o que você tiver, pedem para abrir a bolsa e pegam o que quiserem”, conta.

Além de ladrões, o lugar atrai moradores de rua e usuários de drogas. Na visita da equipe do Diário ao bicicletário, um homem fumando maconha foi flagrado.

Apesar do descaso e falta de segurança o lugar ainda é alternativa. O estudante Gustavo Camargo Carlos, 17, morador do Sítio dos Vianas, ciclista frequente, ainda acha que o bicicletário é útil e afirma que deixaria sua bicicleta ali. “Acho que se tiver corrente não tem problema nenhum, melhor do que deixar na rua, em qualquer lugar”, diz o rapaz, mas reconhece que o local precisa de manutenção. “Ninguém usa mais porque está assim, se consertassem e limpassem as pessoas iam usar.”

Procurada, a Prefeitura de Santo André informou que desenvolve projeto com o objetivo de angariar parceiros para implementação do Beco do Ciclista, que serviria como ponto de apresentações culturais e de venda de produtos, tudo voltado ao incentivo à arte e ao uso da bicicleta . A administração, porém, não detalhou prazos para conclusão deste processo.

 

Grande ABC tem 2.574 vagas para bicicletas

Além das 152 vagas do bicicletário municipal de Santo André, os ciclistas que circulam por três cidades da região tem à disposição mais 2.422 espaços de estacionamento.

A maioria está ao lado da estação de trem da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) de Mauá, que acumula 1.980 vagas. O espaço, administrado pela Askobike (Associação dos Condutores de Bicicletas de Mauá), é o maior da América Latina e abriga também oficina para consertos e empréstimos de bicicletas, com descontos especiais para mensalistas. Os usuários podem optar entre pagar diária de R$ 2 ou mensalidade de R$ 20. O espaço pode ser usado durante as 24 horas do dia, 365 dias por ano.

A EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) é responsável por 402 vagas nos terminais metropolitanos Santo André Oeste (334) e São Bernardo (68), que operam das 6h às 22h, de segunda-feira a domingo, e aos feriados somente no terminal de São Bernardo. Por fim, Santo André ainda conta com mais 40 vagas dentro das dependências do Atrium Shopping, na Vila Homero Thon, que possui bebedouro, lavatório para mãos e armários.

 

VIAS

Quatro cidades da região dispõem de 34 quilômetros de ciclovias e ciclofaixas. A maior extensão está em Santo André, com 22,18 quilômetros. Em seguida vem São Caetano, com 4,2, São Bernardo conta com com 4,1 e Mauá possui duas ciclovias, que somam 3,5 quilômetros.

 

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;