Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 14 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Peixes vivem em aquário no meio de parque

Claudinei Plaza/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Espaço abriga espécies como carpas, pacus e bagres, mas é pouco conhecido no Grande ABC


Bianca Barbosa
Especial para o Diário

20/07/2018 | 07:00


 A maioria das pessoas que passam pela movimentada Avenida Caminho do Mar, em São Bernardo, muito provavelmente não sabe que no Parque Engenheiro Salvador Arena existe um dos maiores aquários de água doce do País em meio urbano. E o melhor, pode ser visitado de graça. Na água do equipamento instalado em área de lazer do tradicional bairro Rudge Ramos os frequentadores têm a oportunidade de ver ou mesmo conhecer espécies de peixes como carpa, pacu e bagre.

De férias do trabalho, a professora de Educação Infantil Eliene Lieiro, 37 anos, levou a filha Anabelly, 4, para conhecer o parque. Foi a primeira vez em que as duas visitaram o espaço de lazer.

“Ela está encantada com os peixinhos, não tira os olhos de lá. No meio da cidade é difícil ter contato com a natureza assim”, disse. A menina fazia várias poses junto ao aquário para que a mãe registrasse tudo no celular. Elas e outras famílias aproveitavam o dia de sol no parque, que chega a receber 3.000 pessoas por dia nas férias, segundo a Prefeitura.

Nos 470 mil litros de água do maior aquário de água doce da América Latina – por ser aberto, são abrigados aproximadamente 450 peixes, entre carpas, pacus e bagres. As cores das carpas, que são as maiores reprodutoras do local, chamaram a atenção dos pequenos irmãos Renato e Paulo, 6 e 2 anos. O maior gostou das amarelas, pois “parecem de ouro”, enquanto o menor ficava animado quando as carpas mais escuras apareciam.

As irmãs Débora e Lilian Cano, de 40 e 43 anos, levaram a sobrinha Marina, de 1 ano e 7 meses, para conhecer um pouco mais da natureza. “Ela mora em Cotia com o meu irmão, e como estão de férias, vieram nos visitar. Demos uma fugidinha para matar a saudade e apresentar o parque para ela”, disse Débora. Depois de brincar no playground, a pequena já estava tentando convencer a tia a entrar no aquário. “Ela está doida para pular lá dentro”, disse Lilian, brincando.

A equipe do Diário visitou o local por volta das 10h, e como já é esperado no recesso escolar de julho, encontrou inúmeras crianças acompanhadas dos pais. O autônomo Rodrigo Nunes, 25, levou a família toda para passear. “Como o dia estava gostoso, e tiramos uma folguinha, resolvemos trazer as crianças para brincar.”

Sua mulher cuidava dos dois meninos de 10 anos, enquanto Nunes não desgrudava da pequena Estela, 2. A menina ficava nos ombros do pai para enxergar melhor os peixes. “Ela já assistiu umas 1.000 vezes ao filme Procurando Nemo, tinha que conhecer algum peixinho de verdade.”

O parque tem pista de caminhada, parquinho, cachoeira artificial, teatro de arena, lanchonete e fraldário. Fica na Avenida Caminho do Mar, 2.980, e funciona de segunda-feira a domingo, das 6h às 22h.

 

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;