Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 15 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Anderson Silva aceita suspensão de 1 ano por doping e pode lutar em novembro

Reprodução/Instagram  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


18/07/2018 | 18:29


A Agência Antidoping dos Estados Unidos (Usada, na sigla em inglês) anunciou nesta quarta-feira a punição de Anderson Silva pelo doping em que foi flagrado no final do ano passado. A entidade revelou que o lutador aceitou o gancho de um ano, contando a partir do momento de sua suspensão preventiva. Com isso, o brasileiro poderá voltar aos ringues ainda neste ano.

O "Spider" foi flagrado antes da luta contra Kevin Gastelum, marcada para novembro de 2017, e foi impedido de realizar o combate. Ele realizou um teste em 26 de outubro daquele ano, ainda fora do período de competição, e a amostra deu positivo para as substâncias metiltestosterona e hidroclorotiazida.

As duas substâncias estavam em um suplemento utilizado pelo atleta, atualmente com 43 anos, e são proibidas pela Wada, a agência mundial antidoping. A defesa do brasileiro alegou, inclusive, que o produto estava contaminado e entregou uma amostra à Usada. A entidade afirma ter verificado que o laboratório que produziu o suplemento apresentou as mesmas substâncias em outros de seus produtos, o que abrandou a sanção de Anderson Silva.

Especulava-se que Anderson Silva poderia ter sofrido uma punição maior por ser reincidente no doping. No entanto, ele decidiu aceitar o gancho de um ano, datado a partir de 10 de novembro de 2017, data de sua suspensão. Assim, em novembro deste ano ele está livre para voltar aos ringues. Deverá, no entanto, permanecer disponível para a realização de mais testes antidoping no período.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;