Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Norte da Bélgica é destino de viagem cultural e artística

Redação

12/07/2018 | 09:18


Região norte da Bélgica, Flandres conta com artes plásticas nas mais variadas vertentes, da tradicional à vanguardista. Além disso, universos como o design, arquitetura, fotografia e música estão presentes nas atrações por lá. As cidades de Mechelen e Ghent tornam-se destino de viagens cultural , com duas semanas de eventos visuais, em pleno verão europeu.

LEIA MAIS: IMIGRAÇÃO: FILAS MAIS RÁPIDAS PARA OS BRASILEIROS NO REINO UNIDO
CULTURA CERVEJEIRA BELGA É DECLARADA PATRIMÔNIO IMATERIAL DA HUMANIDADE

Destino de viagens cultural: Bélgica

A cidade de Mechelen fica a 32 quilômetros da capital belga, Bruxelas. É por lá que, na região de Flandres, os visitantes podem fazer um tour pelo o museu Hof van Busleyden. O espaço é um castelo e traz aos visitantes o clima e ambiente do Renascentismo dos séculos 15 e 16 – momento da história em que o ser humano se tornou o centro do universo. As obras por lá expostas trazem um misto de urbanidade – especificamente sobre Mechelen – e a relação com poder.

Belas paisagens também vão render belas fotos pela região Norte da Bélgica

Já na galeria Cities Are Made By People, o tema das artes remetem à Mechelen atual. A escultura Poupées de Malines/Mechelse Popjes, em madeira, é um dos destaques. Outra ala, dedicada a discutir poder, nobreza e as implicações nas artes, também aguarda os visitantes. O museu destaca o retrato de Hiëronymus van Busleyden, nobre de uma família abastada de Luxemburgo e ex-membro do Great Council.

Outras áreas do museu Hof van Busleyden também são dedicadas à nobreza e às relações de autoridade, como a The Ground of Things. O local leva aos visitantes a se questionarem sobre o que fariam os residentes da cidade se todos tivessem um pedaço de terra próprio para usar como bem entendessem.

O museu também homenageia Margaret of Austria, nome da literatura e música locais, com obras e registros históricos, a exemplo do caderno de anotações da entusiasta das artes.

Melhor época do ano

O verão, por si só, é um convite para explorar a cidade. O site oficial de Mechelen indica pontos turísticos locais, como a Torre de St. Rumbold, o Watchmaker’s Museum, o Toy Museum, um passeio de barco no Inner Dyle e, para uma visita mais orientada, uma caminha com guia.

Fachada do museu Hof van Busleyden

Já a cidade de Ghent, a mais de 60 quilômetros da capital, chama a atenção dos apreciadores das artes visuais com a restauração da Adoração do Cordeiro Místico. A obra revelou o desenho original dos irmãos Hubert e Jean Van Eyck para o personagem central da peça.

Inscrita no Patrimônio Mundial da UNESCO, a Adoração do Cordeiro Místico data do século 15 e foi inspirada em episódios bíblicos. A restauração completa tem previsão de conclusão para 2019 e pode ser testemunhada pelos turistas na Catedral de St. Bavo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;