Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Cliente reclama há um ano que porta de armário não fecha


Rogério Gatti
Do Diário do Grande ABC

03/12/2007 | 07:18


Um guarda-roupas atormenta a vida da cabeleireira Sara Aparecida do Amaral, 37 anos, desde janeiro. Segundo ela, o produto veio com defeito e nem a loja que vendeu nem o fabricante conseguiram arrumar.

Sara comprou o guarda-roupas na loja Fenícia, de Santo André, e alega que desde que o armário foi montado em sua casa, em São Bernardo, a porta não fecha.

“Eles (empresa) mandaram várias vezes os funcionários aqui para tentar arrumar, mas eles só regulavam a dobradiça”, afirma Sara.

Segundo a cabeleireira foram três visitas por parte da loja e uma por parte da empresa que fabricou os móveis. “Desde janeiro isso é uma tormenta. A porta está com uma dobradiça. Eu quero meu dinheiro de volta”, reclama.

A administração da loja Fenícia garante que foram feitas todas as manutenções de forma correta. Segundo a empresa, a cliente demorou quase um ano após a compra do armário para pedir a troca do modelo. A Fenícia informou que o fabricante esteve na casa da cliente duas vezes e constatou que o guarda-roupa não apresentava problemas de fabricação.

O Procon informou que de acordo com o artigo 18 do Código de Defesa do Consumidor, a cliente da loja pode pedir a devolução integral do dinheiro, trocar o produto ou, ainda, ficar com o produto, consertar em um marceneiro de sua confiança e descontar o valor a ser pago pelo produto para a Fenícia.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;