Fechar
Publicidade

Sábado, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Covas põe chefe da Cohab na secretaria de Saúde

Reprodução/Instagram  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


11/07/2018 | 07:44


A Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo terá um novo titular. O prefeito Bruno Covas (PSDB) trocou o médico Wilson Pollara por Edson Aparecido, que ocupava, até esta terça-feira, 10, a presidência da Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo (Cohab-SP).

Aparecido já foi secretário da Casa Civil no governo Geraldo Alckmin em duas ocasiões (2012-2014 e 2015-2016). Graduado em História, foi eleito duas vezes para a Assembleia e outras duas para deputado federal, mas não tem experiência na área da saúde.

Pollara era titular da pasta desde o início da gestão de João Doria (PSDB), em janeiro de 2017. Ele afirmou à reportagem que sai para coordenar o programa de saúde da campanha de Doria ao governo paulista. "Como fiquei muitos anos como adjunto da Secretaria Estadual da Saúde, tenho bastante conhecimento da situação do Estado e precisava me dedicar integralmente a essa função", disse.

Com o Corujão da Saúde, Pollara reduziu a fila municipal por consultas e exames, mas teve desgaste com a proposta de fechar AMAs (unidades de assistência ambulatorial) - suspensa por orientação do Ministério Público Estadual.

Em junho, o PP anunciou apoio à coligação de Doria. Segundo a reportagem apurou, o partido havia pleiteado espaço na Prefeitura - justamente a presidência da Cohab, cujo orçamento para este ano é de R$ 158 milhões. Mas, por enquanto, o cargo fica com Alexsandro Campos, chefe de gabinete de Aparecido.

Na semana passada, Covas já havia mudado o titular de Esportes. Saiu Jorge Damião e entrou João Farias, ex-vereador petista agora filiado ao PRB. A troca ocorreu após a sigla anunciar apoio a Doria. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Covas põe chefe da Cohab na secretaria de Saúde


11/07/2018 | 07:44


A Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo terá um novo titular. O prefeito Bruno Covas (PSDB) trocou o médico Wilson Pollara por Edson Aparecido, que ocupava, até esta terça-feira, 10, a presidência da Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo (Cohab-SP).

Aparecido já foi secretário da Casa Civil no governo Geraldo Alckmin em duas ocasiões (2012-2014 e 2015-2016). Graduado em História, foi eleito duas vezes para a Assembleia e outras duas para deputado federal, mas não tem experiência na área da saúde.

Pollara era titular da pasta desde o início da gestão de João Doria (PSDB), em janeiro de 2017. Ele afirmou à reportagem que sai para coordenar o programa de saúde da campanha de Doria ao governo paulista. "Como fiquei muitos anos como adjunto da Secretaria Estadual da Saúde, tenho bastante conhecimento da situação do Estado e precisava me dedicar integralmente a essa função", disse.

Com o Corujão da Saúde, Pollara reduziu a fila municipal por consultas e exames, mas teve desgaste com a proposta de fechar AMAs (unidades de assistência ambulatorial) - suspensa por orientação do Ministério Público Estadual.

Em junho, o PP anunciou apoio à coligação de Doria. Segundo a reportagem apurou, o partido havia pleiteado espaço na Prefeitura - justamente a presidência da Cohab, cujo orçamento para este ano é de R$ 158 milhões. Mas, por enquanto, o cargo fica com Alexsandro Campos, chefe de gabinete de Aparecido.

Na semana passada, Covas já havia mudado o titular de Esportes. Saiu Jorge Damião e entrou João Farias, ex-vereador petista agora filiado ao PRB. A troca ocorreu após a sigla anunciar apoio a Doria. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;