Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Atenção para os erros


Marcio Bernardes

09/07/2018 | 16:06


 Atenção para os erros

(Moscou) – Tudo bem que o futebol é um jogo. E nesse contexto a Bélgica foi mais competente do que o Brasil. Tudo bem também que tem gente que aplaude o trabalho do técnico Tite e não responsabiliza os jogadores pela derrota. Respeito todas as opiniões, inclusive aquelas que frontalmente contrariam a minha. E não vou adoçar a pílula. Penso que é nessa hora que devemos assimilar as falhas para tentar corrigi-las no futuro.

Vejo qualidades no trabalho do treinador. A começar pela ótima campanha nas eliminatórias, revertendo uma situação que ameaçava até a classificação da seleção brasileira para a Copa da Rússia. Mas tenho de admitir que sua teimosia em manter algumas peças influenciou no resultado geral da equipe. E temos de reconhecer também que o técnico espanhol Roberto Martinez deu um banho de tática no primeiro tempo do jogo contra a Bélgica. As jogadas fulminantes de contra-ataques com Lukaku e Hazard em cima de Fagner, com a péssima cobertura de Fernandinho, decidiram o jogo.

Alguns jogadores não podem ser poupados, até porque se não houver críticas não haverá aprimoramento. Fagner foi um peso morto na lateral direita. Na partida contra a Bélgica parecia jogador de pebolim. Marcelo não reeditou nem 10% do craque que acompanhamos no Real Madri. Fernandinho e Paulinho sucumbiram a uma limitação pessoal que deve ser enxergada. Podem até jogar bem em seus clubes, mas nunca foram protagonistas, nem nos clubes, na seleção. William e Felipe Coutinho jogaram aquém das suas possibilidades e terminaram a Copa decepcionando. Gabriel Jesus, que segundo Tite, foi muito importante taticamente, acabou sendo o centro avante que jogou cinco partidas de uma Copa e não marcou nenhum gol. O futuro comentará desabonadoramente esse fato.

Deixei Neymar para o final. O maior astro da seleção brasileira não fez o que dele se esperava. E ainda abusou o já famoso cai-cai e simulações de faltas que estão aniquilando a sua imagem aqui no exterior. No Brasil fizeram memes no whats app e a gozação rola até hoje. Deve-se reconhecer que ele é muito visado pelos zagueiros. Mas é inquestionável que exagera nos tombos e quedas.

A seleção brasileira perdeu dentro do contexto explicado na abertura desse texto. Como perderam Alemanha, Espanha, Argentina e outros favoritos para ganhar a Copa.

Não crucifixo ninguém, mas também não fico aplaudindo um time que poderia ser campeão. Mas que ficou no meio do caminho pelos seus próprios erros e pela falta de competência. E reconheçamos: porque encontrou pela frente um adversário categorizado.

Decisão

França e Bélgica farão um jogo espetacular. Pressinto que o vitorioso será o campeão de 2018. Do outro lado, Inglaterra e Croácia decidirão a outra vaga com méritos incontestáveis. Chegaram porque mereceram.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados