Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Papa diz estar 'profundamente triste' por mortes no Japão

Juan David Tena – SIG/Fotos Públicas Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


09/07/2018 | 15:47


O papa Francisco enviou nesta segunda-feira, 9, uma nota às autoridades eclesiásticas do Japão dizendo estar "profundamente entristecido" ao saber da perda de vidas das inundações. Francisco afirmou que está orando pelas vítimas e pelas equipes envolvidas em operações de busca e salvamento.

As fortes chuvas registradas no sudoeste do Japão deixaram pelo menos 103 mortos e 80 desaparecidos.

UE

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, sugeriu nesta segunda remarcar para a próxima semana uma reunião que teria na quarta-feira, 11, em Bruxelas com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, diante das recentes tempestades que deixaram dezenas de mortos no país asiático. O propósito do encontro é assinar um acordo de livre comércio entre União Europeia e Japão. Tusk também sugeriu que o local da reunião seja transferido de Bruxelas para Tóquio.

Abe cancelou a viagem que faria esta semana à Europa para monitorar as ações de emergência do governo japonês.

Tusk afirmou que a "UE irá ajudar de todas as formar que puder" e acrescentou que, "diante das trágicas circunstâncias", o bloco está pronto para transferir "a cúpula UE-Japão de Bruxelas para Tóquio na próxima semana".

O secretário-geral, Yoshihide Suga, disse a repórteres na segunda-feira que pelo menos 103 pessoas morreram devido às fortes chuvas, inundações e deslizamentos de terra que atingiram grande parte do sudoeste do Japão. Ele disse que 80 pessoas não foram encontradas, muitas delas na área mais atingida de Hiroshima.

Resgate

Equipes japonesas concentram os resgates na região sudoeste do país, onde vários dias de fortes chuvas provocaram inundações e deslizamentos de terra.

Moradores de Hiroshima disseram que foram pegos desprevenidos em uma região não acostumada a chuvas torrenciais, que começaram na sexta-feira e pioraram no fim de semana. Rios transbordaram, transformando cidades em lagos e deixando dezenas de pessoas presas nos telhados. Barcos e helicópteros militares trabalham transportando esses moradores para áreas secas.

O resgate de vítimas tem sido difícil devido à ampla área afetada. As autoridades alertaram que os deslizamentos de terra podem ocorrer mesmo após a chuva diminuir.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados