Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Renata Dominguez: cada vez mais perigosa


Márcio Maio
Da TV Press

05/01/2008 | 07:07


Logo que começou a gravar como Valquíria de Amor e Intrigas, da Record, Renata Dominguez sentiu que não seria fácil encarar várias cenas de sua personagem. Primeira vilã contemporânea de sua carreira televisiva, a irmã má da novela de Gisele Joras a cada capítulo se mostra mais “cachorra”, como sua intérprete gosta de falar.

Mas o que inicialmente era uma grande preocupação para Renata, hoje em dia se tornou uma vantagem para essas tomadas: suas cenas quentes com Petrônio (Heitor Martinez), são sempre dirigidas por Edson Spinello, diretor geral da novela e namorado da atriz. “Ele separa muito bem essas coisas, então exige que eu faça bem feito. Isso me tranqüiliza e dá mais veracidade”, explica.

Para compor a personagem, Renata contou com ajuda profissional de um coach estrangeiro. De férias no Brasil durante duas semanas, Robert Castle, que já trabalhou com artistas como Michele Pfeiffer e Sean Penn, fez um curso intensivo com a atriz. A intenção principal era ajudar Renata a entrar e sair da personagem.

Segundo ela, sempre foi difícil em sua carreira não se deixar envolver pela situação emocional de cada cena trabalhada.

Renata acredita que este seja seu melhor momento como atriz. Em sua quinta novela na Record, a atriz enxerga a Valquíria de Amor e Intrigas como várias personagens em uma só. Isso porque a vigarista assume diversas personalidades, dependendo do ambiente onde está.

Para conseguir encontrar essas diferenças, Renata assistiu a alguns filmes e novelas antigas. Como Ligações Perigosas, de Stephen Frears, e Vale Tudo, novela exibida em 1988 pela Globo. “Ela lembra bastante a Maria de Fátima que a Glória Pires criou. É engraçado porque eu fiz teste para Vale Todo, a versão da novela em espanhol que a Globo produziu”, justifica.

VISUAL CHIQUE

A atriz também precisou mudar o visual para encarar o novo trabalho. No início da história, Renata apareceu de cabelos escuros e longos. Depois que a personagem se mudou para o Rio, voltou loura, com as madeixas mais curtas e lentes de contato cor de mel.

Para o penteado proposto pela equipe de caracterização, Renata ainda precisou fazer um aplique, já que seu cabelo não dava o caimento necessário. “Tudo foi calculado para que fosse um estilo ousado e nada simétrico. Tem de parecer uma pluma, porque ela quer ser chique”, diverte-se.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;