Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Como surgiu o foguete?

EBC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Explosões de diferentes tipos servem de propulsão para jogá-lo no ar e além da Terra


Tauana Marin

01/07/2018 | 07:05


Os primeiros conceitos de algo parecido com um foguete surgiram em 400 a.C. (antes de Cristo), quando o grego Arquitas utilizava vapor como combustível para fazer um pássaro voar preso a arame. Por volta de 100 a.C., Hero de Alexandria desenvolveu mecanismo parecido com o foguete, também utilizando vapor como combustível. Não se sabe com certeza quando surgiram os primeiros foguetes, mas, em várias culturas aparecem relatos de mecanismos semelhantes.

Os chineses, por exemplo, utilizavam pó feito de carvão, enxofre e salitre (conhecido por nós como pólvora) para fins de celebrações religiosas. A substância era colocada dentro de bambus que explodiam ao pegar fogo. Imagina-se que, em uma dessas ocasiões, o bambu subiu devido aos gases produzidos pela queima da substância. Pode-se dizer que, nesse momento, surge o foguete a propulsão sólida. Ele foi utilizado a primeira vez em 1232, na batalha de Kai-Keng, durante a guerra entre chineses e mongóis, estes últimos responsáveis por divulgar a técnica pela Europa.

De maneira geral, podemos dizer que os foguetes possuem motor de propulsão, compartimento para levar carga (como satélites e sondas) e outro para os tanques de combustíveis e compostos químicos. A estrutura é construída em estágios. Dessa maneira, à medida em que o combustível é consumido, os reservatórios vão se desprendendo, deixando o veículo mais leve para atingir as maiores alturas possíveis.

EVOLUÇÃO

Com a evolução de ideias e equipamentos, o primeiro foguete com lançamento de sucesso que conseguiu vencer a velocidade de escape da Terra e orbitou o planeta ocorreu em 4 de outubro de 1957, com o Sputnik. Ele levava o primeiro satélite artificial, que ganhou mesmo nome e tornou-se referência. O equipamento tinha 19 metros de altura, pesava 137 toneladas e utilizava oxigênio líquido e querosene como combustível.

O mercado de lançamento de foguetes está crescendo e esse tipo de tecnologia não é mais coordenada somente por órgãos governamentais, com empresas particulares entrando nesse tipo de mercado. Uma delas é a Avibras Indústria Aerospacial, presente no Brasil e no Mundo desde 1961. A companhia destaca-se por ser uma das primeiras empresas no País a construir aeronaves, além de desenvolver e fabricar veículos espaciais com finalidades civis e militares, entre eles motores de foguetes para a Força Aérea Brasileira e a Marinha do Brasil.

Pergunta de Maria Clara Martins de Souza, 9 anos, de São Caetano.

Consultoria de Rachel Zuchi Faria, professora e coordenadora pedagógica do Planetário e Cinedome de Santo André. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados