Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Diretoria do FMI aprova empréstimo de US$ 50 bilhões à Argentina



20/06/2018 | 13:57


A diretoria executiva do Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou nesta quarta-feira, pelo prazo de três anos, um empréstimo de US$ 50 bilhões à Argentina, chamado contrato de stand-by (SBA, na sigla em inglês).

"A decisão da diretoria permite a autoridades (argentinas) fazer um saque imediato de US$ 15 bilhões", informa a instituição em comunicado.

De acordo com o FMI, metade dessa quantia (US$ 7,5 bilhões) será usada para "apoio orçamentário". "A quantia remanescente do suporte financeiro do FMI (US$ 35 bilhões) será disponibilizada ao longo da duração do contrato, sujeito a revisões trimestrais pela diretoria executiva."

Ainda segundo o comunicado, Buenos Aires indicou ter intenção de sacar a primeira parcela do empréstimo, mas, subsequentemente, tratar o restante do contrato como "precaução".

"O plano econômico das autoridades argentinas apoiado pelo SBA visa fortalecer a economia do país ao restaurar a confiança do mercado pela via de um programa macroeconômico consistente que minore necessidades financeiras, coloque a dívida pública da Argentina em uma trajetória firme de baixa e fortaleça o plano de reduzir a inflação pela definição de metas de inflação mais realísticas e pelo reforço da independência do banco central", segue a nota do FMI.

A instituição conclui apontando que "o plano inclui passos para proteger os mais vulneráveis da sociedade pela manutenção de gastos sociais e, caso condições sociais venham a se deteriorar, pela provisão de espaço para maiores gastos na rede de seguridade social da Argentina".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;