Fechar
Publicidade

Sábado, 22 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Com um jogador a mais desde o início, Japão vence Colômbia

Seleção asiática aproveita expulsão de Sánchez aos três minutos para surpreender por 2 a 1


João Victor Romoli
Especial para o Diário

20/06/2018 | 07:00


A expulsão do volante Carlos Sánchez, aos três minutos do primeiro tempo, mudou totalmente as estreias de Colômbia e Japão na Copa do Mundo, ontem. Isso porque o time asiático aproveitou o fato de estar com um atleta a mais em campo para vencer a seleção sul-americana, de forma surpreendente, por 2 a 1, na Arena Saransk, na Rússia.

“Estávamos esperando algo completamente diferente. Esperávamos começar com uma vitória. Nesse momento a nossa dor é justamente porque depois do enorme esforço, depois de marcarmos, perdemos porque estávamos esgotados. Isso vai nos deixar com uma lembrança amarga”, lamentou José Pékerman, técnico da Colômbia, por ter Sánchez expulso desde os três minutos.

O jogador levou cartão vermelho por cortar com a mão, dentro da área, o chute de Kagawa. O próprio atleta japonês cobrou o pênalti para abrir o placar. Esta, inclusive, foi a segunda expulsão mais rápida da história das Copas do Mundo. A primeira foi a do uruguaio José Batista, em 1986, que deixou o campo com apenas 54 segundos.

Ontem, Quintero até conseguiu deixar tudo igual aos 38 após ótima cobrança de falta, por baixo da barreira. Mas, aos 28 do segundo tempo, Osako marcou, de cabeça, para sacramentar a vitória dos japoneses.

“Disse no intervalo que, se conseguíssemos manter a bola em movimento, poderíamos cansar os jogadores colombianos. Nossos atletas foram agressivos desde o início e acho que funcionou muito bem para nós. Esta é apenas uma vitória e três pontos, então vamos economizar na nossa comemoração”, disse o técnico Akira Nishino. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;