Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 18 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Colômbia tem segunda expulsão mais rápida da história das Copas

Sánchez recebeu cartão vermelho aos 2min56s contra o Japão; recorde foi em 1986, aos 56 segundos


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

19/06/2018 | 16:34


A Colômbia estreou com derrota na Copa do Mundo. Na manhã desta terça-feira, sofreu revés por 2 a 1 para o Japão. E uma situação negativa da equipe sul-americana entrou para a história: a expulsão de Sánchez, aos dois minutos e 56 segundos de jogo, foi a segunda mais rápida dos Mundiais.

Em um dos primeiros lances do confronto diante dos japoneses, Sánchez colocou a mão na bola, impedindo o gol dos nipônicos e recebendo diretamente o cartão vermelho.

Já em 1986, durante a Copa do Mundo no México, o uruguaio José Batista deu um carrinho violento em adversário da Escócia e acabou expulso aos 54 segundos de partida - que terminou em 0 a 0.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Colômbia tem segunda expulsão mais rápida da história das Copas

Sánchez recebeu cartão vermelho aos 2min56s contra o Japão; recorde foi em 1986, aos 56 segundos

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

19/06/2018 | 16:34


A Colômbia estreou com derrota na Copa do Mundo. Na manhã desta terça-feira, sofreu revés por 2 a 1 para o Japão. E uma situação negativa da equipe sul-americana entrou para a história: a expulsão de Sánchez, aos dois minutos e 56 segundos de jogo, foi a segunda mais rápida dos Mundiais.

Em um dos primeiros lances do confronto diante dos japoneses, Sánchez colocou a mão na bola, impedindo o gol dos nipônicos e recebendo diretamente o cartão vermelho.

Já em 1986, durante a Copa do Mundo no México, o uruguaio José Batista deu um carrinho violento em adversário da Escócia e acabou expulso aos 54 segundos de partida - que terminou em 0 a 0.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;