Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Palmeiras perde do Cruzeiro e entra em crise antes de clássico contra o São Paulo

Flickr / SE Palmeiras  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


30/05/2018 | 23:46


O Palmeiras é um time em franco declínio, como ficou claro na derrota desta quarta-feira para o Cruzeiro por 1 a 0, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. O terceiro resultado negativo nas quatro últimas partidas veio em nova partida com a combinação de falhas defensivas, ineficiência no ataque e comportamento apático. A situação deixa a equipe em momento turbulento para o clássico contra o São Paulo, em casa, neste sábado.

O time de melhor campanha na fase de grupos da Copa Libertadores e de início positivo de ano não parece mais o mesmo. O futebol ofensivo, organizado e veloz dá lugar agora à falta de criatividade, erros defensivos e passividade. Em campo, o Palmeiras pareceu incapaz de consertar os próprios erros e teve uma postura fadada à derrota, por não atacar nem reagir.

Dois dos elencos mais valorizados do Brasil não conseguiram apresentar um bom futebol no primeiro tempo. O Cruzeiro teve mais atitude ao manter a posse de bola, trocar passes, fazer inversões e conseguir cruzamentos perigosos, sempre em busca de Sassá. Um dos mais acionados foi o lateral-esquerdo Egídio, ex-jogador do Palmeiras. O goleiro Jailson, no entanto, pouco trabalho.

O Palmeiras teve desempenho ainda abaixo disso. Com transição lenta para o ataque e poucas jogadas pelas pontas, o time quase não passava do meio de campo. O primeiro chute a gol só veio aos 29 minutos, graças à enorme quantidade de passes errados. Como a falta de armação de jogadas era uma das causas do fracasso, no intervalo sobrou para o meia Lucas Lima ser substituído por Hyoran.

A etapa final foi mais movimentada, pois os times se mostraram mais empenhados. O Palmeiras finalmente criou algumas jogadas. O Cruzeiro passou a acelerar mais o ritmo e ao ver o adversário mais ofensivo, conseguiu se aproveitar. Aos 23 minutos, a defesa alviverde marcou mal e deixou Rafael Sóbis virar dentro da área após cruzamento.

Insatisfeito com o time, o técnico Roger Machado gastou as duas mudanças restantes justamente para tentar arrumar o ataque. Pouco adiantou. O Palmeiras não conseguiu criar jogadas e só chegou com perigo em arremessos laterais e cruzamentos, em uma repetição de exemplos do quanto a equipe tem ficado cada vez mais abaixo do futebol que já conseguiu mostrar.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 1 x 0 PALMEIRAS

CRUZEIRO - Fábio; Edílson, Léo, Dedé e Egídio; Lucas Romero e Lucas Silva (Ariel Cabral); Rafael Sóbis, Robinho e Thiago Neves (Bruno Silva); Sassá (Raniel). Técnico: Mano Menezes.

PALMEIRAS - Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luís; Thiago Santos, Bruno Henrique e Lucas Lima (Hyoran); Keno, Dudu (Moisés) e Willian (Deyverson). Técnico: Roger Machado.

GOL - Rafael Sóbis, aos 23 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Thiago Neves, Robinho e Ariel Cabral (Cruzeiro); Willian, Marcos Rocha, Bruno Henrique, Moisés e Thiago Santos (Palmeiras).

ÁRBITRO - Bráulio da Silva Machado (SC).

RENDA - R$ 365.112,00.

PÚBLICO - 16.175 pagantes.

LOCAL - Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Palmeiras perde do Cruzeiro e entra em crise antes de clássico contra o São Paulo


30/05/2018 | 23:46


O Palmeiras é um time em franco declínio, como ficou claro na derrota desta quarta-feira para o Cruzeiro por 1 a 0, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. O terceiro resultado negativo nas quatro últimas partidas veio em nova partida com a combinação de falhas defensivas, ineficiência no ataque e comportamento apático. A situação deixa a equipe em momento turbulento para o clássico contra o São Paulo, em casa, neste sábado.

O time de melhor campanha na fase de grupos da Copa Libertadores e de início positivo de ano não parece mais o mesmo. O futebol ofensivo, organizado e veloz dá lugar agora à falta de criatividade, erros defensivos e passividade. Em campo, o Palmeiras pareceu incapaz de consertar os próprios erros e teve uma postura fadada à derrota, por não atacar nem reagir.

Dois dos elencos mais valorizados do Brasil não conseguiram apresentar um bom futebol no primeiro tempo. O Cruzeiro teve mais atitude ao manter a posse de bola, trocar passes, fazer inversões e conseguir cruzamentos perigosos, sempre em busca de Sassá. Um dos mais acionados foi o lateral-esquerdo Egídio, ex-jogador do Palmeiras. O goleiro Jailson, no entanto, pouco trabalho.

O Palmeiras teve desempenho ainda abaixo disso. Com transição lenta para o ataque e poucas jogadas pelas pontas, o time quase não passava do meio de campo. O primeiro chute a gol só veio aos 29 minutos, graças à enorme quantidade de passes errados. Como a falta de armação de jogadas era uma das causas do fracasso, no intervalo sobrou para o meia Lucas Lima ser substituído por Hyoran.

A etapa final foi mais movimentada, pois os times se mostraram mais empenhados. O Palmeiras finalmente criou algumas jogadas. O Cruzeiro passou a acelerar mais o ritmo e ao ver o adversário mais ofensivo, conseguiu se aproveitar. Aos 23 minutos, a defesa alviverde marcou mal e deixou Rafael Sóbis virar dentro da área após cruzamento.

Insatisfeito com o time, o técnico Roger Machado gastou as duas mudanças restantes justamente para tentar arrumar o ataque. Pouco adiantou. O Palmeiras não conseguiu criar jogadas e só chegou com perigo em arremessos laterais e cruzamentos, em uma repetição de exemplos do quanto a equipe tem ficado cada vez mais abaixo do futebol que já conseguiu mostrar.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 1 x 0 PALMEIRAS

CRUZEIRO - Fábio; Edílson, Léo, Dedé e Egídio; Lucas Romero e Lucas Silva (Ariel Cabral); Rafael Sóbis, Robinho e Thiago Neves (Bruno Silva); Sassá (Raniel). Técnico: Mano Menezes.

PALMEIRAS - Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luís; Thiago Santos, Bruno Henrique e Lucas Lima (Hyoran); Keno, Dudu (Moisés) e Willian (Deyverson). Técnico: Roger Machado.

GOL - Rafael Sóbis, aos 23 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Thiago Neves, Robinho e Ariel Cabral (Cruzeiro); Willian, Marcos Rocha, Bruno Henrique, Moisés e Thiago Santos (Palmeiras).

ÁRBITRO - Bráulio da Silva Machado (SC).

RENDA - R$ 365.112,00.

PÚBLICO - 16.175 pagantes.

LOCAL - Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;