Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Professores decidem manter estado de greve

Divulgação / Facebook  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Em assembleia realizada ontem, docentes aceitaram acordo ofertado pelo Sieeesp


Bia Moço

31/05/2018 | 07:00


Professores da rede privada do Grande ABC aprovaram proposta do Sieeesp (Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de São Paulo), apresentada ao Sinpro-SP (Sindicato dos Professores de São Paulo) em assembleia realizada ontem, mas mantêm estado de greve. O grupo aguarda os desdobramentos do acordo em âmbito estadual para decidir, no dia 6, o fim da mobilização salarial.

O acordo   prevê a manutenção das cláusula da convenção coletiva por um ano, aumento em 15% da PLR (Participação nos Lucros e Resultados ) e reajuste salarial de 3%.

De acordo com integrantes do sindicato, os docentes acreditam ser a maior vitória já conquistada pelo setor. Mesmo assim, continuam com a postura de não pressionar o sindicato patronal paralisando as atividades por medo de retaliações. Segundo o presidente do Sinpro-ABC, José Jorge Maggio, o acordo é bom para todos. “Esperamos que a proposta se consolide. Caso o Sieeesp não mantenha a palavra, analisaremos os próximos passos.”

A entidade representa os professores da rede particular dos ensinos Básico, Superior e Sesi/Senai do Grande ABC. Há uma semana, os professores aprovaram estado de greve, já que optaram por não paralisar as atividades escolares por medo de retaliação. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Professores decidem manter estado de greve

Em assembleia realizada ontem, docentes aceitaram acordo ofertado pelo Sieeesp

Bia Moço

31/05/2018 | 07:00


Professores da rede privada do Grande ABC aprovaram proposta do Sieeesp (Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de São Paulo), apresentada ao Sinpro-SP (Sindicato dos Professores de São Paulo) em assembleia realizada ontem, mas mantêm estado de greve. O grupo aguarda os desdobramentos do acordo em âmbito estadual para decidir, no dia 6, o fim da mobilização salarial.

O acordo   prevê a manutenção das cláusula da convenção coletiva por um ano, aumento em 15% da PLR (Participação nos Lucros e Resultados ) e reajuste salarial de 3%.

De acordo com integrantes do sindicato, os docentes acreditam ser a maior vitória já conquistada pelo setor. Mesmo assim, continuam com a postura de não pressionar o sindicato patronal paralisando as atividades por medo de retaliações. Segundo o presidente do Sinpro-ABC, José Jorge Maggio, o acordo é bom para todos. “Esperamos que a proposta se consolide. Caso o Sieeesp não mantenha a palavra, analisaremos os próximos passos.”

A entidade representa os professores da rede particular dos ensinos Básico, Superior e Sesi/Senai do Grande ABC. Há uma semana, os professores aprovaram estado de greve, já que optaram por não paralisar as atividades escolares por medo de retaliação. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;