Fechar
Publicidade

Domingo, 25 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

‘Os Corvos’ reflete sobre a morte

Clarissa Lambert / Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Peça é opção domingo no Teatro Municipal de Santo André


Miriam Gimenes

31/05/2018 | 07:00


Há quem diga que o corvo é quem traz a notícia da morte. Se é verdade ou não, não há como saber, mas os dançarinos e coreógrafos Luis Ferron e Luis Arrieta levam esta questão ‘popular’ aos palcos do Teatro Municipal de Santo André, domingo, a partir das 19h, com o espetáculo Os Corvos.

Juntos, eles tecem possíveis manifestos poéticos que tratam da morte e da vida através de uma obra coreográfica em forma de dueto. “Quando me deparei a ela (morte), pensar a morte deixou de ter o pesar pregado pela cultura ocidental e as suas crenças. Ao contrário. Pensá-la me levou ao encontro da vida e fez vislumbrar um presente sem passado ou futuro, apenas a certeza do presente como sentido vital e a morte como a certeza final. Talvez ‘Os Corvos não sejam os mensageiros da morte, mas da vida”, analisa Ferron.
Os ingressos serão gratuitos e distribuídos a partir das 18h, na bilheteria do Teatro, que fica na Praça 4º Centenário.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

‘Os Corvos’ reflete sobre a morte

Peça é opção domingo no Teatro Municipal de Santo André

Miriam Gimenes

31/05/2018 | 07:00


Há quem diga que o corvo é quem traz a notícia da morte. Se é verdade ou não, não há como saber, mas os dançarinos e coreógrafos Luis Ferron e Luis Arrieta levam esta questão ‘popular’ aos palcos do Teatro Municipal de Santo André, domingo, a partir das 19h, com o espetáculo Os Corvos.

Juntos, eles tecem possíveis manifestos poéticos que tratam da morte e da vida através de uma obra coreográfica em forma de dueto. “Quando me deparei a ela (morte), pensar a morte deixou de ter o pesar pregado pela cultura ocidental e as suas crenças. Ao contrário. Pensá-la me levou ao encontro da vida e fez vislumbrar um presente sem passado ou futuro, apenas a certeza do presente como sentido vital e a morte como a certeza final. Talvez ‘Os Corvos não sejam os mensageiros da morte, mas da vida”, analisa Ferron.
Os ingressos serão gratuitos e distribuídos a partir das 18h, na bilheteria do Teatro, que fica na Praça 4º Centenário.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;