Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 18 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Crise do combustível pode deixar estradas vazias durante feriado prolongado

EBC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


30/05/2018 | 14:53


A crise no abastecimento de combustível deve deixar as estradas paulistas mais vazias que o esperado durante o feriado prolongado de Corpus Christi, nesta quinta-feira, 31. De acordo com a Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp), as concessionárias não fizeram previsão de tráfego nas estradas concedidas "em virtude das condições atípicas provocadas pela greve dos caminhoneiros e consequente desabastecimento de combustível em todo o País." No mesmo feriado do ano passado, cerca de 3 milhões de veículos circularam nessas rodovias.

Ainda conforme a agência, as concessionárias vão disponibilizar recursos e mobilizar efetivo para atendimento aos usuários "a depender da demanda apresentada, sem nenhum prejuízo das condições de segurança". Um dos atendimentos mais requisitados tem sido a falta de combustível nos carros, a chamada pane seca. Desde o início da greve, somente no Sistema Anhanguera-Bandeirantes, um dos principais corredores viários do interior, a concessionária atende cerca de 40 casos diários de carros parados sem combustível, 75% a mais que o normal.

Em rodovias paulistas operadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER), não foram previstos horários de pico no trânsito para os próximos dias, como acontece às vésperas dos feriados prolongados. De acordo com a Secretaria de Logística e Transportes do Estado, mesmo sem previsão de maior movimentação, em função da greve, a pasta vai mobilizar 383 viaturas e 600 profissionais para fiscalizar as rodovias durante os quatro dias do feriadão. A Polícia Rodoviária Estadual fará operação nas vias de acesso à região serrana de Campos do Jordão, como a rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro (SP 123).

Federais

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que, devido à greve dos caminhoneiros, este ano não haverá uma operação específica para o Corpus Christi. A PRF dará sequência ao trabalho desenvolvido nos desbloqueios de rodovias, por conta das manifestações de caminhoneiros, para manutenção do fluxo rodoviário. "Dentro de nossas possibilidades, serão realizadas ações de fiscalização e de ostensiva para a prevenção de acidentes", informou, em nota.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Crise do combustível pode deixar estradas vazias durante feriado prolongado


30/05/2018 | 14:53


A crise no abastecimento de combustível deve deixar as estradas paulistas mais vazias que o esperado durante o feriado prolongado de Corpus Christi, nesta quinta-feira, 31. De acordo com a Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp), as concessionárias não fizeram previsão de tráfego nas estradas concedidas "em virtude das condições atípicas provocadas pela greve dos caminhoneiros e consequente desabastecimento de combustível em todo o País." No mesmo feriado do ano passado, cerca de 3 milhões de veículos circularam nessas rodovias.

Ainda conforme a agência, as concessionárias vão disponibilizar recursos e mobilizar efetivo para atendimento aos usuários "a depender da demanda apresentada, sem nenhum prejuízo das condições de segurança". Um dos atendimentos mais requisitados tem sido a falta de combustível nos carros, a chamada pane seca. Desde o início da greve, somente no Sistema Anhanguera-Bandeirantes, um dos principais corredores viários do interior, a concessionária atende cerca de 40 casos diários de carros parados sem combustível, 75% a mais que o normal.

Em rodovias paulistas operadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER), não foram previstos horários de pico no trânsito para os próximos dias, como acontece às vésperas dos feriados prolongados. De acordo com a Secretaria de Logística e Transportes do Estado, mesmo sem previsão de maior movimentação, em função da greve, a pasta vai mobilizar 383 viaturas e 600 profissionais para fiscalizar as rodovias durante os quatro dias do feriadão. A Polícia Rodoviária Estadual fará operação nas vias de acesso à região serrana de Campos do Jordão, como a rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro (SP 123).

Federais

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que, devido à greve dos caminhoneiros, este ano não haverá uma operação específica para o Corpus Christi. A PRF dará sequência ao trabalho desenvolvido nos desbloqueios de rodovias, por conta das manifestações de caminhoneiros, para manutenção do fluxo rodoviário. "Dentro de nossas possibilidades, serão realizadas ações de fiscalização e de ostensiva para a prevenção de acidentes", informou, em nota.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;