Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

São Bernardo e Maróstica: a reaproximação


Ademir Medici

22/05/2018 | 07:00


Marostica, no Vêneto; São Bernardo, no Grande ABC. Cidades irmãs, oficializadas como tal em 1986, no governo do prefeito Aron Galante. Nestes quase 32 anos, houve uma aproximação às vezes calorosa, outras vezes tímida, entre as duas cidades.

O primeiro grande momento, em terras são-bernardenses, ocorreu em 1991, tempo do prefeito Maurício Soares, quando foram realizadas três partidas do scacchi, o xadrez vivo, uma representação medieval com 300 atores brasileiros e italianos.

Outro momento importante, em São Bernardo, foi a inauguração do Parque Cidade-Escola da Juventude Città Di Marostica, de esportes radicais, ao lado do Paço Municipal. Obra construída e inaugurada pelo prefeito William Dib em 22 de agosto de 2007.

Nestes mais de 30 anos, viagens de intercâmbio foram realizadas. Houve visitas recíprocas no ano passado e, no último sábado, apresentou-se no Teatro Lauro Gomes, em Rudge Ramos, o cantor de Marostica Roberto Apo Ambrosi.

Segundo o secretário de Cultura de São Bernardo, Adalberto Guazzelli, o prefeito Orlando Morando deverá realizar uma viagem a Marostica, estreitando laços entre as duas cidades irmãs.

Procuram-se bancos

O escritor são-bernardense Manuel Filho deu por falta de quatro bancos históricos da Praça Lauro Gomes depois da reforma realizada pela Prefeitura. 

Manuel é autor de livro sobre os bancos e o logradouro.

Ele enviou ofício ao prefeito e ao secretário de Cultura cobrando providências. Três dos bancos desaparecidos trazem propaganda de antigos estabelecimentos. Um quarto banco não tem propaganda.

São os seguintes os bancos faltantes, patrocinados pela sociedade civil, sem custos à municipalidade:

Panificadora e Confeitaria Icarai, padaria em pleno funcionamento na Rua Marechal Deodoro, uma das mais antigas da cidade.

Fábrica de Saltos de Madeira São Bernardo, de J. Ballottim & Cia Ltda, já extinta e que pertenceu ao ex-prefeito Sérgio Balottim, de raízes históricas são-bernardenses.

Eletro Rádio Roquetti Ltda, também extinto, de outra família antiquíssima de São Bernardo.

Mais o chamado banco genérico, sem propaganda.

Manuel Filho informa que não havia motivo para remoção dos bancos, pois nenhum apresentava danos estruturais.

O secretário Adalberto Guazzelli disse à Memória que procurará se informar a respeito, mas entende que o problema não é grave diante da grande interferência ocorrida na Praça Lauro Gomes.


Nota da Memória – Torcemos para que os bancos sejam localizados e devolvidos à Praça Lauro Gomes. São importantes, sim. Contam um pedaço da história econômica da cidade. Caso tenham sido perdidos ou destruídos, é obrigação do poder público criar réplicas, seguindo os modelos fotografados por Manuel Filho. Vamos acompanhar.

Diário há 30 anos

Domingo, 22 de maio de 1988 – ano 31, edição 6759

Manchete – Brasil está muito próximo de ter colapso energético

São Bernardo – Prefeito Aron Galante entrega o primeiro trecho da Avenida Lauro Gomes, até a Avenida Winston Churchill.

Rádio – Diário AM estreia o programa Rádio Mulher, com Vininha de Moraes.

Em 22 de maio de...

1808 – Câmara de São Paulo proíbe a caça de perdizes em quatro léguas de circunferência da cidade. O Grande ABC fazia parte da cidade de São Paulo, mas pelas suas dimensões praticamente ficava fora da área de proibição.

1918 – Altino Arantes, presidente do Estado, declarou feriado na Capital no dia 21, em homenagem ao presidente da República, que visitava a cidade.

Wenceslau Braz esteve no Instituto Butantã, na Faculdade de Direito do Largo São Francisco e no Palácio dos Campos Elíseos, sede do governo. De trem, seguiria no dia seguinte para Santos.

A guerra. Do noticiário do Estadão: a fome nos impérios centrais.

Hoje

Dia do Apicultor

Dia Internacional da Biodiversidade

Dia do Abraço


Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 22 de maio:

Em São Paulo, Bom Jesus dos Perdões, Fernandópolis, Igarapava, Neves Paulista, Pederneiras, Sales Oliveira, Santa Branca, Santa Rita d’Oeste e Santa Rita do Passa Quatro

Em Minas Gerais, Brasilândia de Minas, Extrema, Medina, Santa Rita de Jacutinga e Santa Rita do Sapucaí

No Rio de Janeiro, Itaboraí

Em Alagoas, Cajueiro

No Rio Grande do Sul, Mariano Moro e Palmitinho

No Ceará, Pacajus e Pires Ferreira

No Mato Grosso, Rio Branco

Em Goiás, Santa Rita de Jacutinga, Santa Rita do Sapucaí e Trombas

Fonte: IBGE

Santos do Dia

Rita de Cássia (Itália: 1381-1457). Canonizada em 1900. 

É a padroeira das mulheres que sofrem com os maridos, e é também chamada ‘advogada das causas perdidas’ e ‘Santa dos impossíveis’.

O Grande ABC possui várias paróquias e capelas dedicadas a Santa Rita de Cássia: Jardim Cristiane, bairro Pinheirinho e Vila Tibiriçá, em Santo André; Jardim Industrial, Núcleo Taquacetuba e Parque Havaí, em São Bernardo; Bairro Noevo, Vila Santa Rita, Jardim Canhema e Viela Santa Rita, em Diadema; bairro Santo Bertoldo, em Ribeirão Pires.

Casto

Quitéria



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;