Fechar
Publicidade

Domingo, 16 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Inédita no País, S.Caetano aplica prova digital de avaliação escolar

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Cerca de 2.500 alunos do Ensino Fundamental utilizaram tablets para a realização do exame


Vanessa de Oliveira
Do Diário do Grande ABC

19/05/2018 | 07:00


A avaliação de desempenho aplicada todos os anos em São Caetano aos alunos da rede municipal, denominada Prova São Caetano, foi realizada, pela primeira vez, em versão digital. Durante os dias 15, 16 e 17 de maio, cerca de 2.500 alunos do Ensino Fundamental utilizaram tablets para a realização do exame. Outra novidade foi a inclusão de Ciências, ao lado de Português e Matemática – uma iniciativa única no Brasil em testes dessa abrangência. A proposta é que, em breve, todas as disciplinas integrem o exame.

A secretária de Educação da cidade, Janice Paulino Cesar, destacou que a avaliação permite fazer um amplo diagnóstico da rede e identificar as habilidades que necessitam ser aprimoradas em cada escola. “Contribui a medida em que consegue situar as dificuldades dos alunos e, a partir daí, desenvolver novas técnicas, realizar novos planejamentos de forma a organizar melhor o currículo, além de prepará-los para um melhor desenvolvimento da vida acadêmica”, disse.

A avaliação também abrange o trabalho dos docentes. “Verificamos onde é que temos que trabalhar com o professor, que tipo de formação temos que dar para ele, para que, de fato, estabeleça uma relação ensino-aprendizagem de sucesso”, explicou a secretária.

Para a realização do exame não foram necessários investimentos, já que a rede contava com infraestrutura tecnológica. “E com a interação entre o Cecape (Centro de Capacitação dos Profissionais da Educação) e o DTI (Departamento de Tecnologia da Informação), foram possíveis a realização e o alcance dos objetivos propostos com sucesso”, completou Janice.

“É uma ação de modernização e uso da tecnologia em favor da melhoria constante da qualidade do ensino”, declarou o prefeito José Auricchio Júnior (PSDB), que nesta semana visitou a Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Leandro Klein, no bairro Nova Gerty, para acompanhar a aplicação da prova em salas do 4º ano.

TECNOLOGIA

A digitalização da Prova São Caetano representa ganho de tempo e recursos. O resultado sai minutos depois da conclusão da prova e é enviado aos alunos e familiares por meio da conta de e-mail do Google Educacional, graças à parceria estabelecida com a empresa Google, sem custo algum para o município. Estima-se que foram economizadas 150 mil folhas de papel e tinta de impressão.

A prova on-line permite maior precisão e rapidez no recolhimento de dados e, sobretudo, na tabulação dos resultados. “E provas dissertativas também podem migrar para a prova digital”, acrescentou Cruz. “Sobretudo no Ensino Fundamental 2 e no Ensino Médio, quando o domínio da escrita já está consolidado, os alunos podem usar no tablet para digitar seus textos”, acrescentou.

O professor e diretor da Emef Bartolomeu Bueno da Silva, Fábio Toro, destacou que o tablet, que permite melhor qualidade de visualização e o uso de imagens coloridas, são maiores o interesse, a atenção e a concentração do aluno na prova. “As crianças já têm familiaridade e total domínio dessa ferramenta”, atestou. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Inédita no País, S.Caetano aplica prova digital de avaliação escolar

Cerca de 2.500 alunos do Ensino Fundamental utilizaram tablets para a realização do exame

Vanessa de Oliveira
Do Diário do Grande ABC

19/05/2018 | 07:00


A avaliação de desempenho aplicada todos os anos em São Caetano aos alunos da rede municipal, denominada Prova São Caetano, foi realizada, pela primeira vez, em versão digital. Durante os dias 15, 16 e 17 de maio, cerca de 2.500 alunos do Ensino Fundamental utilizaram tablets para a realização do exame. Outra novidade foi a inclusão de Ciências, ao lado de Português e Matemática – uma iniciativa única no Brasil em testes dessa abrangência. A proposta é que, em breve, todas as disciplinas integrem o exame.

A secretária de Educação da cidade, Janice Paulino Cesar, destacou que a avaliação permite fazer um amplo diagnóstico da rede e identificar as habilidades que necessitam ser aprimoradas em cada escola. “Contribui a medida em que consegue situar as dificuldades dos alunos e, a partir daí, desenvolver novas técnicas, realizar novos planejamentos de forma a organizar melhor o currículo, além de prepará-los para um melhor desenvolvimento da vida acadêmica”, disse.

A avaliação também abrange o trabalho dos docentes. “Verificamos onde é que temos que trabalhar com o professor, que tipo de formação temos que dar para ele, para que, de fato, estabeleça uma relação ensino-aprendizagem de sucesso”, explicou a secretária.

Para a realização do exame não foram necessários investimentos, já que a rede contava com infraestrutura tecnológica. “E com a interação entre o Cecape (Centro de Capacitação dos Profissionais da Educação) e o DTI (Departamento de Tecnologia da Informação), foram possíveis a realização e o alcance dos objetivos propostos com sucesso”, completou Janice.

“É uma ação de modernização e uso da tecnologia em favor da melhoria constante da qualidade do ensino”, declarou o prefeito José Auricchio Júnior (PSDB), que nesta semana visitou a Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Leandro Klein, no bairro Nova Gerty, para acompanhar a aplicação da prova em salas do 4º ano.

TECNOLOGIA

A digitalização da Prova São Caetano representa ganho de tempo e recursos. O resultado sai minutos depois da conclusão da prova e é enviado aos alunos e familiares por meio da conta de e-mail do Google Educacional, graças à parceria estabelecida com a empresa Google, sem custo algum para o município. Estima-se que foram economizadas 150 mil folhas de papel e tinta de impressão.

A prova on-line permite maior precisão e rapidez no recolhimento de dados e, sobretudo, na tabulação dos resultados. “E provas dissertativas também podem migrar para a prova digital”, acrescentou Cruz. “Sobretudo no Ensino Fundamental 2 e no Ensino Médio, quando o domínio da escrita já está consolidado, os alunos podem usar no tablet para digitar seus textos”, acrescentou.

O professor e diretor da Emef Bartolomeu Bueno da Silva, Fábio Toro, destacou que o tablet, que permite melhor qualidade de visualização e o uso de imagens coloridas, são maiores o interesse, a atenção e a concentração do aluno na prova. “As crianças já têm familiaridade e total domínio dessa ferramenta”, atestou. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;