Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Temperaturas despencam na região no fim de semana devido a frente fria

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Expectativa é a de que mínima chegue a 10 °C na noite de domingo


Yara Ferraz
Do Diário do Grande ABC

17/05/2018 | 07:00


As temperaturas no Grande ABC, e em todo o Estado, devem cair cinco graus neste fim de semana por conta de uma frente fria. A expectativa é a de que a noite de domingo e madrugada de segunda-feira registrem a menor temperatura do ano para a região, com mínima prevista de 10 °C.

Hoje, os termômetros variam entre 16 °C e 23 °C, de acordo com o CGE ABC (Centro de Gerenciamento de Emergências do Grande ABC). No sábado já começa a esfriar, mas por conta das chuvas e da sensação de abafamento, o clima se mantém. No domingo, a previsão máxima cai para 20 °C e, a mínima, para 10 °C. “A madrugada de domingo para segunda-feira tem 90% de chances de registrar a menor temperatura do ano até o momento ou a noite mais fria”, afirma o meteorologista da empresa Squitter Meteorologia e Hidrologia, responsável pela operação do CGE, Caio Souza.

A frente fria, uma das primeiras do ano, é classificada como normal para o período. “Isso porque o outono é uma estação de transição para o inverno. As chuvas vão ocorrer até domingo e podem durar o dia inteiro, mas com menor intensidade do que as pancadas de verão. Isso deixa uma massa de ar frio que vai derrubar as temperaturas na média de cinco graus”, explica.

O professor titular de Pneumologia da Faculdade de Medicina do ABC Elie Fiss alerta para a movimentação nos prontos-socorros, que pode aumentar em até 150% no período. Os idosos e as crianças são mais suscetíveis a adoecerem por causa da baixa imunidade. “Essa mudança brusca de temperatura é um fator de irritação das vias aéreas. Isso pode inflamar os brônquios, levando a tosses e broncoespasmos. Outra questão é que, com o frio mais intenso, as pessoas não resfriam ou ventilam o ambiente, por isso é mais fácil aparecerem infecções, como a gripe e o resfriado.”

Fatores como a qualidade do ar, que, segundo a Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), atualmente tem quatro dos sete pontos classificados como regular – sendo o restante boa –, também influenciam na saúde. A expectativa é a de que a partir de segunda-feira a temperatura volte a subir gradualmente para números próximos da média desta semana e de que não ocorram mais chuvas. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;