Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Entre linhas

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Após problemas pessoais, Mauro Yamaguti cria exposição ‘Pedaços de Mim’


Caroline Manchini

17/05/2018 | 07:00


Os traços delicados e escuros, característicos nas pinturas de Mauro Yamaguti, vão muito além da estética tão bem trabalhada por ele. As pinceladas com tinta acrílica e nanquim expressam mistura de sentimentos e exteriorizam o mundo particular do artista.

Cada quadro, pintado em momentos distintos da vida de Yamaguti, carrega consigo pedaços de sua trajetória, marcada por momentos de alegria e tristeza, encontros e desencontros. Em razão disso o artista plástico, ao lado do curador Gonçalo Pavanello, criou sua primeira exposição individual, Pedaços de Mim, com abertura marcara para hoje, a partir das 19h, no salão principal da Pinacoteca de São Bernardo, mesma cidade onde o artista cresceu. Hoje ele vive em Diadema.

Neste primeiro dia o público será recepcionado pelo pianista Marcos Oliveira e pela saxofonista Sara Oliveira, que apresentarão repertório instrumental acústico, além de degustar coquetel organizado especialmente para a abertura da exposição, que vai até 17 de junho.

Com mais de 30 quadros expostos, a mostra é resultado de um longo trabalho de pesquisa e dedicação, que durou cerca de cinco anos.

O início do estudo foi motivado pelo reconhecimento de uma instalação artística – ganhadora do prêmio de melhor obra na Categoria Artes Plásticas, da mostra Cultural de Diadema, em 2014 –, na qual Yamaguti utilizou plástico bolha, arame farpado e escultura de fita adesiva, que remete à imagem de uma criança sentada. A instalação, chamada Linha Tênue, foi restaurada exclusivamente para a exposição Pedaços de Mim. “A ideia foi trazer a reflexão sobre o que separa as ambivalências e contrapontos da nossa vida, com forte influência de período crítico que vivenciei”, esclarece Yamaguti.

Esse período também foi peça fundamental para a criação da mostra. Após receber diagnóstico de transtorno bipolar, o artista achou na pintura forma de canalizar suas emoções e, nesse momento, as telas serviram como espécie de terapia alternativa. “A busca pelo equilíbrio pessoal foi traduzida no controle das pinceladas encontradas nas séries de pinturas apresentadas nesta exposição.”

As maiores, apesar de parecerem, num primeiro momento, praticamente escuras, têm mistura de azul prússia, tons diferentes de vermelho, magenta e pequena quantidade de preto. Ele explica por que optou pelo hibridismo de cores que, às vezes, enganam os olhos de quem observa. “O esforço no preparo da cor, para uma diferença visual quase insignificante em relação ao preto puro, não é em vão. Traz a ideia de que somos muitos dentro de nós mesmos”, finaliza.

Além de artista plástico, Yagamuti é formado em Artes Cênicas e, em paralelo à pintura, atua como educador, lecionando artes visuais e teatro.

Pedaços de Mim – Exposição. Na Pinacoteca de São Bernardo – Rua Kara, 105. De hoje a 17 de junho, de terça a sábado, das 10h às 18h, e quintas, até 22h. Grátis. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;