Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Rapaz mata seis pessoas de sua família a facadas em SP


Do Diário do Grande ABC

25/10/2000 | 23:38


Seis pessoas de uma mesma família, entre elas duas crianças e um adolescente, foram assassinadas com várias facadas pelo corpo na madrugada desta quarta dentro de uma casa em Sao Miguel Paulista, Zona Leste de Sao Paulo. O pedreiro desempregado Silas Freire Cantor, 24 anos, preso em flagrante, confessou a autoria dos homicídios da mae, do padrasto e quatro primos. Mesmo feridas a irma de Cantor e uma outra prima sobreviveram.

A tragédia aconteceu por volta da 1h30 dentro da residência, um sobrado ainda em fase de construçao, onde moravam as nove pessoas.

De acordo com a polícia, Cantor, ainda sem nenhum motivo declarado, acordou na madrugada e tentou esganar a irma, Elisangela Cantor, 19 anos. Assustada a jovem gritou e acordou as outras pessoas que estavam em casa. Em seguida, o acusado pegou uma faca de cozinha e começou a agredir a todos.

 "Primeiro foi sua mae, depois as crianças começaram a gritar e a chorar e ele resolveu matar todo mundo", disse o delegado titular do 22º Distrito Policial, em Sao Miguel Paulista, Antônio Mário Margutti.

Após as agressoes, Cantor saiu da casa, mas um vizinho, que escutou os gritos da família, conseguiu localizá-lo e avisar a polícia. A irma de 19 anos e uma prima de 29 anos sobreviveram. As seis pessoas morreram na hora.

Segundo a polícia, ainda nao se sabe ao certo o motivo do crime. "Nao tem motivo nem mesmo ele fala, ele só afirma que matou a família", disse o delegado. "Ele também conta que é viciado em cocaína e que teria cheirado antes do crime, mas isso nao podemos afirmar, pois é ele quem fala."

Cantor também é acusado de matar um primo de segundo grau em Itatiba , em julho deste ano.

Guarulhos - Três homens foram assassinados ontem em Guarulhos, na 81ª chacina deste ano na regiao metropolitana de Sao Paulo, o que eleva para 278 o número de mortos neste tipo de crime. Apenas um dos mortos foi identificado pela polícia: Jarbas Marques Bastos, 27. Os outros dois nao tinham documentos.

Os três foram assassinados às 14h, na favela do Parque Sao Luís, que fica próxima ao Aeroporto Internacional de Guarulhos.

Os moradores da favela, em meio a tradicional lei do silêncio, disseram que os mortos nao eram dali.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;