Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Herói na contramão

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Protagonizado por personagem de humor sarcástico, ‘Deadpool 2’ chega amanhã aos cinemas


Daniela Pegoraro

16/05/2018 | 07:00


Depois de uma massiva divulgação no Brasil, que utilizou até mesmo um carro de pamonha para convocar os fãs ao cinema, Deadpool 2 chega amanhã às telonas. Adorado pelo humor sarcástico e comportamentos que fogem da figura padrão de herói, o filme estrelado por Ryan Reynolds é um dos mais esperados do ano. Sob a direção de David Leitch, após Deadpool ter seu passado esclarecido no primeiro longa, de 2016, o lançamento dispensa apresentações e foca em mostrar mais do herói em ação. 

Após passar por tragédia, o personagem é motivado a colocar seu coração no lugar certo. No entanto, por não ter muita ideia de como fazer isso, acaba esbarrando sua trajetória na de outros mutantes, alguns que nunca antes haviam saído dos quadrinhos para as telas. Entre eles, quem mais brilha ao lado do protagonista são a mercenária Dominó (Zazie Beetz), cujo seu poder é ‘ter sorte’, e o viajante do futuro, Cable (Josh Brolin), que também está em cartaz nos cinemas em Vingadores: Guerra Infinita, como o vilão Thanos.

A figura de Cable e dinâmica do filme, inclusive, fazem referências a Exterminador do Futuro. Ao lado de Deadpool, a diferença entre os dois personagens se contrasta não apenas na personalidade oposta, mas expressa-se também pela divergência na paleta de cores ao retratar cada um pelas câmeras.

Rostos mais conhecidos, como o de Colossus (Stefan Kapicic) e Míssil Adolescente Megassônico (Brianna Hildebrand), são encontrados no familiar Instituto Xavier (X-Men). Além disso, o filme conta com participações especiais de grandes atores, como Terry Crews (As Branquelas).

Fato interessante é que não se encontra um grande vilão no longa. Não existe a separação do mocinho e antagonista. Ao invés disso, os personagens seguem suas motivações e traumas pessoais, que podem resultar em ações com grandes consequências.

Como de praxe, a ‘quarta parede’ dos cinemas é quebrada por Deadpool, que está constantemente conversando com a câmera, mencionando a consciência de estar estrelando um filme e se referindo, vez ou outra, a si mesmo como o próprio ator Ryan Reynolds.

Com duração de duas horas, o ritmo do longa é rápido e a trilha sonora acompanha em boa sintonia nas cenas de ação.

Comparado ao primeiro filme, as tiradas satíricas foram melhor pensadas, sempre fazendo citações e críticas aos universos dos quadrinhos, pop e hollywoodiano. Embora o humor seja, por vezes, exageradamente escrachado, o filme continua na linha da comédia juvenil, com palavrões e piadas de duplo sentido. O longa ainda deixa portas abertas para produções futuras em continuação à história apresentada em Deadpool 2. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Herói na contramão

Protagonizado por personagem de humor sarcástico, ‘Deadpool 2’ chega amanhã aos cinemas

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, acesse com:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;