Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 16 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

PPP para ampliar prédio da USCS atrai 4 interessados

Marina Brandão/DAGBC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Reitor da universidade de São Caetano, Bassi mostra otimismo com viabilidade de projeto


Humberto Domiciano
Do Diário do Grande ABC

12/05/2018 | 07:00


A consulta pública da PPP (Parceria Público-Privada) da USCS (Universidade Municipal de São Caetano) encerrou ontem com pelo menos quatro propostas e sugestões ao projeto que prevê contratação de empresa que será responsável pela ampliação da estrutura e prestação de serviços de operação, conservação e manutenção dos campi Barcelona e Centro.

Na visão do reitor Marcos Sidnei Bassi, a movimentação registrada pela consulta trouxe otimismo à direção da entidade. “Estou esperançoso, pois caso a PPP seja feita teríamos um ganho de gestão brutal. Enquanto modelo de gestão, vai trazer mais ganhos, deixando operações da universidade com áreas meio, como limpeza e administração de lanchonetes, com um ente privado, que será avaliado pela prestação dos serviços”, destacou.

O valor do contrato pode atingir o montante de R$ 158,4 milhões pelo período de 20 anos. O projeto em andamento pela instituição inclui a construção de novo prédio do campus Barcelona e a gestão de tarefas como limpeza, infraestrutura e exploração de espaços de cantinas e comércio.

As parcelas mensais de contraprestação serão de aproximadamente R$ 1,4 milhão e a vencedora do certame será a que oferecer o menor valor.

A elaboração do edital e seu lançamento ainda dependem, segundo Bassi, de uma análise profunda das propostas apresentadas. “Ainda não podemos trabalhar com um prazo, pois precisamos entender as considerações feitas pelos interessados”, comentou o reitor.

A estrutura do novo prédio terá capacidade para até 4.990 alunos em todos os turnos, que serão distribuídos pelos cursos de Direito (1.295 alunos), Engenharia (600 alunos) e Pedagogia (600 alunos).

O projeto prevê ainda uma estrutura que comporte associações acadêmicas, lanchonetes, restaurantes, reprografia e copas, além de espaços exteriores de estar, contemplação ou atividades esportivas que não demandam grandes infraestruturas como mesas de xadrez e tênis de mesa. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PPP para ampliar prédio da USCS atrai 4 interessados

Reitor da universidade de São Caetano, Bassi mostra otimismo com viabilidade de projeto

Humberto Domiciano
Do Diário do Grande ABC

12/05/2018 | 07:00


A consulta pública da PPP (Parceria Público-Privada) da USCS (Universidade Municipal de São Caetano) encerrou ontem com pelo menos quatro propostas e sugestões ao projeto que prevê contratação de empresa que será responsável pela ampliação da estrutura e prestação de serviços de operação, conservação e manutenção dos campi Barcelona e Centro.

Na visão do reitor Marcos Sidnei Bassi, a movimentação registrada pela consulta trouxe otimismo à direção da entidade. “Estou esperançoso, pois caso a PPP seja feita teríamos um ganho de gestão brutal. Enquanto modelo de gestão, vai trazer mais ganhos, deixando operações da universidade com áreas meio, como limpeza e administração de lanchonetes, com um ente privado, que será avaliado pela prestação dos serviços”, destacou.

O valor do contrato pode atingir o montante de R$ 158,4 milhões pelo período de 20 anos. O projeto em andamento pela instituição inclui a construção de novo prédio do campus Barcelona e a gestão de tarefas como limpeza, infraestrutura e exploração de espaços de cantinas e comércio.

As parcelas mensais de contraprestação serão de aproximadamente R$ 1,4 milhão e a vencedora do certame será a que oferecer o menor valor.

A elaboração do edital e seu lançamento ainda dependem, segundo Bassi, de uma análise profunda das propostas apresentadas. “Ainda não podemos trabalhar com um prazo, pois precisamos entender as considerações feitas pelos interessados”, comentou o reitor.

A estrutura do novo prédio terá capacidade para até 4.990 alunos em todos os turnos, que serão distribuídos pelos cursos de Direito (1.295 alunos), Engenharia (600 alunos) e Pedagogia (600 alunos).

O projeto prevê ainda uma estrutura que comporte associações acadêmicas, lanchonetes, restaurantes, reprografia e copas, além de espaços exteriores de estar, contemplação ou atividades esportivas que não demandam grandes infraestruturas como mesas de xadrez e tênis de mesa. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;