Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Premiê de Quebec não quer repetição do 'filme' da independência


Da AFP

14/03/2007 | 08:26


O primeiro-ministro de Quebec, Jean Charest, pediu aos eleitores um voto de confiança para obter um segundo mandato, que evitaria a repetição do 'filme antigo' sobre a independência da província francófona canadense, durante um debate eleitoral.

"Realmente desejam rever o antigo filme do referendo (sobre a independência)?", questionou Charest durante um debate de duas horas marcado por ataques verbais entre os líderes dos três partidos na disputa, que segundo as pesquisas estão empatados, das eleições de 26 de março.

Charest mencionou o bom relacionamento com o primeiro-ministro federal, o conservador Stephen Harper, "para fazer avançar os interesses de Quebec na federação canadense". "Eu obtenho resultados", disse, lembrando o reconhecimento de Quebec como uma nação por parte de Ottawa.

O líder do Partido Quebequense, André Boisclair, reafirmou a intenção de organizar um referendo sobre a independência da província caso sua formação volte ao poder. Pediu aos eleitores que votem na "liberdade" de Quebec.

"Vocês vivem em seu sonho de referendo", criticou o terceiro participante no debate, Mario Dumont, líder da Ação Democrática de Quebec, partido de direita que avança nas pesquisas.

Boisclair, cujo partido está parado nas pesquisas, atacou duramente a gestão de Charest, afirmando que não cumpriu suas promessas, principalmente em termos de impostos e saúde, e que os quebequenses não entregariam novamente sua confiança.

Dumont, por sua vez, também alfinetou Charest ao afirmar que não merece uma segunda chance por parte dos cidadãos de Quebec.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;