Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Trio andreense é baixa à revelia na Câmara


Fábio Martins

01/05/2018 | 07:00


Ex-vereadores de Santo André, José de Araújo (PSD), Sargento Juliano (PSB) e José Montoro Filho, o Montorinho (PT), tentam ainda sobrevida com recurso nos tribunais de Brasília para reaver mandato na Câmara, uma vez que o trio obteve votação em 2016 para assegurar cadeira. Há reclamação de que as ações no TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), impetradas pela coligação petista/pessedista, foram rejeitadas por falta de defesa. O resultado se deu, segundo informações, à revelia, ou seja, perdeu o prazo para fazer a argumentação dentro da data estabelecida pelo órgão, o que desencadeou em outras derrotas nas instâncias superiores. O caso dos três políticos é semelhante. Foram barrados com base na Lei da Ficha Limpa, após terem suas contas reprovadas quando presidiram o Legislativo. E estudam processo contra o escritório de advocacia.

Título a Marinho
A Câmara de Santo André confirmou a data do dia 8 de maio para a entrega do título de cidadão andreense ao ex-prefeito de São Bernardo e pré-candidato do PT ao governo de São Paulo, Luiz Marinho (foto). A iniciativa se dá depois da concessão do ‘mérito’ ao atual chefe do Palácio dos Bandeirantes, Márcio França (PSB), pleiteante à reeleição. Outro que terá a honraria é João Doria (PSDB), ex-prefeito da Capital, que também estará na empreitada ao Estado – o evento para o tucano foi adiado. A ação virou palanque às vésperas do processo eleitoral. O projeto de resolução em nome de Marinho é de autoria do vereador Willians Bezerra (PT).

Uso de outdoors
Postulante a vice na chapa de Tarcisio Secoli (PT) à Prefeitura de São Bernardo em 2016, o ex-deputado estadual Ramiro Meves trocou oficialmente o PSD pelo Pros no dia 7, e tem usado outdoors pela cidade para voltar à cena. Seu nome é cogitado a entrar na briga eleitoral, em outubro – o diretório pessedista é hoje presidido por Marcelo Lima, número dois do Paço e que também tende a se candidatar por cadeira de deputado. Prova de que o movimento de Ramiro pode ser concretizado é o volume de propaganda que o político espalhou por São Bernardo e divisas com tema relacionado do Dia do Trabalho.

Saúde de Mauá
Em meio ao processo de escolha do quarto secretário de Saúde de Mauá – em um ano e quatro meses do governo de Atila Jacomussi (PSB), com a saída do nefrologista Ricardo Burdelis –, um nome já está descartado a assumir a Pasta: o de Antônio Carlos Marques, atualmente superintendente do Hospital de Clínicas Doutor Radamés Nardini. A cúpula do Paço entende que não deveria realocar Antônio Carlos dentro da administração, tendo em vista a complexidade de condução da unidade.

Paralisação na pauta
Nova reunião entre o governo do prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), e o Sindema (Sindicato dos Funcionários Públicos de Diadema) ocorreu na quinta-feira, mas sem avanço nas negociações. A categoria, que rejeitou proposta de Lauro de 7,02% de reajuste salarial (parcelados e condicionados a alguns pontos), agendou assembleia no dia 10 com indicativo de paralisação. “Tenho certeza que o funcionário que tem amor pela cidade e entende a situação que o País está passando, onde Estados estão atrasando salários, e eu estou falando em repor algo e fazer com que o salário seja pago em dia, será compreensivo”, disse Lauro.

Show com Serra
Quem avalia que o senador José Serra (PSDB) esteja preocupado com os desdobramentos da Operação Lava Jato se engana. Ao menos no fim de semana a investigação do MPF (Ministério Público Federal) não foi causa das constantes insônias do tucano. O ex-governador de São Paulo foi visto no sábado em show de Diana Krall, no Tom Brasil, na Capital. O espetáculo terminou por volta da 0h, cedo para os dias prolongados de Serra. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;