Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Mauá abre a corrida do Desafio de Redação


Camila Galvez
Do Diário do Grande ABC

15/08/2011 | 07:04


O desafio está lançado: escrever a melhor redação em uma hora garante uma bolsa de estudos integral na USCS, além de computadores, aparelhos de TV e bicicletas. A quinta edição do Desafio de Redação começa hoje em 12 escolas de Mauá, a partir das 7h50, e deve terminar no fim de setembro, nas instituições de ensino de Santo André.

São seis categorias que abrangem estudantes do Ensino Fundamental ao terceiro ano do Ensino Médio. O tema proposto é Profissões do Futuro para quem está matriculado até o segundo ano do Médio e Profissões do Petróleo e Gás para os estudantes do terceiro ano do Médio.

Os 25 promotores do concurso acompanharão o trabalho dos alunos durante todo o dia. O objetivo, segundo a coordenadora de Marketing do Diário, Claudia Zeber, é bater o recorde de redações do ano passado. "Em 2010, o tema Crack, tô fora! resultou em 145.625 textos, com a participação de 275 escolas públicas e particulares do Grande ABC. Nossa meta é ampliar este número." A maratona é fruto de parceria entre o Diário, USCS, Petrobras e Ecovias.

Os 1.240 alunos da EE Zaíra VIII, no bairro, serão os primeiros a enfrentar o desafio. Segundo o diretor da escola, Marcelo Lobo, os estudantes do 6° ano do Ensino Fundamental ao 2° ano do Ensino Médio estão preparados. "A cartilha produzida pelo Diário foi trabalhada em sala de modo a familiarizar o aluno ao tema."

Para Lobo, iniciativas como esta permitem ao aluno colocar seus sonhos profissionais no papel. "Muitas vezes o jovem que estuda em escola pública acha que não terá oportunidades na vida. Nosso trabalho é provar que o mercado é amplo e, com força de vontade, todos conseguem."

Na EE Visconde de Mauá, no Centro, a redação vale a nota do bimestre. Cerca de 1.800 alunos participarão do desafio. "Os estudantes do 3° ano têm bastante material, pois o tema Pré-Sal é tratado sempre em sala de aula", explicou a coordenadora pedagógica Mariza Viola Rosa.

Na Visconde a preparação para o desafio levou para as aulas de português o tema da dissertação. "É uma forma de preparar o aluno não somente para o concurso, mas também para os desafios que ele encontrará no futuro". 

NOVIDADE
Neste ano, os professores das escolas participantes também poderão fazer redações. Haverá categoria só para docentes. O autor do melhor texto ganha um notebook e os cinco melhores terão suas redações publicadas no Diário. Portanto, seja você aluno ou professores, deixe a imaginação comandar e participe.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;