Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Ofensiva na Síria foi resposta necessária a ataque com armas químicas, diz G-7



17/04/2018 | 05:53


A ofensiva militar lançada na Síria por EUA, Reino Unido e França no fim da semana passada, em resposta a um suposto ataque com armas químicas atribuído ao regime sírio de Bashar Al-Assad em 7 de abril, foi "limitada, proporcional e necessária", afirmaram hoje em comunicado líderes do grupo dos sete países mais industrializados, o chamado G-7.

O G-7 inclui os três países que participaram da operação militar na Síria, além de Alemanha, Itália, Canadá e Japão.

"Damos apoio total aos esforços feitos pelo Estados Unidos, Reino Unido e França para degradar a capacidade do regime de Assad de usar armas químicas e evitar qualquer uso futuro, demonstrados por suas ações tomadas em 13 de abril", diz o comunicado.

Ainda segundo o G-7, a ofensiva militar só foi realizada após a exaustão de todas as opções diplomáticas possíveis para garantir a norma internacional contra o uso de armas químicas.

O G-7 acusou o regime de Assad de tentar aterrorizar o povo sírio por meio do uso de armas químicas e disse que não pode haver impunidade para qualquer um que se envolva no desenvolvimento ou uso desse tipo de armas.

Síria e seus aliados, incluindo a Rússia, negam que o regime sírio tenha lançado um ataque com armas químicas na cidade de Douma no último dia 7. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;