Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Um livro sobre a escravidão em São Caetano


Ademir Medici

16/04/2018 | 07:00


Uma jovem conseguiu ofuscar, negativamente, a conferência principal do 14º Congresso de História do Grande ABC, Rio Grande da Serra 2017, proferida pelo professor José de Souza Martins.
Martins falava sobre o negro, tecnicamente, ao sabor da história, como deveria ser, sem discurso para a plateia. E a jovem quis, claramente, desnortear o experiente professor. Triste. Lamentável.

LIÇÃO DA HISTÓRIA

Voltemos no tempo, 30 anos no tempo. Exatamente nesta data, em 16 de abril de 1988, o mesmo professor José de Souza Martins lançava o livro A Escravidão em São Caetano, em memorável noite no Sindicato da Construção Civil de São Caetano. Vinha a público o primeiro documento do gênero publicado sobre a escravidão no Grande ABC.

Há 30 anos é possível que a jovem em Rio Grande da Serra nem havia nascido – ou, então, era menina. E o professor Martins já demonstrava uma preocupação com o tema, estudando-o, debruçando-se em documentos, buscando informações perdidas...

O Diário cobriu o lançamento. Fotografias foram tiradas, todas devidamente guardadas no Banco de Dados do jornal, em negativos preto e branco.

No mesmo ano de 1988 o professor José de Souza Martins lançou um segundo livro do gênero, agora focalizando a escravidão em São Bernardo. E, alguns anos depois, Martins influiu decisivamente para que fosse lançado um livro sobre a escravatura, escrito por um professor, Luiz Gonzaga Piratininga Júnior, descendente de escravos que viveram no século 19 em São Bernardo e São Caetano.

AULA MAGNA

Gravamos a conferência do professor José de Souza Martins proferida na sexta-feira, 10 de outubro de 2017, em Rio Grande da Serra. Se não a publicamos foi a pedido do próprio José de Souza Martins. Uma pena, pois se trata de verdadeira aula, ofuscada em parte por alguém da plateia que deveria se dedicar mais ao tema, conhecer a trajetória acadêmica de Martins, buscar novos vieses ao invés de fazer politicalha diante de um homem que se preparou, inclusive, para levar um pouco da sua experiência e conhecimentos a Rio Grande da Serra.

LIÇÕES DO PROFESSOR (*)

A população negra que trabalhou na Fazenda de São Caetano lidou com cerâmica e provavelmente estaria nesse sindicato (o da Construção Civil).

É a primeira vez, nos últimos 25 anos, que consigo falar sobre escravidão dos negros para um público com mais de cinco pessoas.

Apesar de a Assembleia Nacional Constituinte decidir que todos são iguais perante a lei, não é dessa maneira que funciona. O preconceito existe no Brasil.
(*) Cf. reportagem de Elaine Pereira, Diário, 19-4-1988.

Municípios brasileiros
Celebram aniversários em 16 de abril:
No Rio Grande do Sul, Aceguá, Almirante Tamandaré do Sul, Boa Vista do Cadeado, Boa Vista do Incra, Bozano, Canudos do Vale, Capão Bonito do Sul, Capão do Cipó, Coqueiro Baixo, Coronel Pilar, Cruzaltense, Forquetinha, Itati, Jacuizinho, Lagoa Bonita do Sul, Mato Queimado, Novo Xingu, Paulo Bento, Pinto Bandeira, Quatro Irmãos, Rolador, Santa Cecília do Sul, São José do Sul, São Pedro das Missões e Tio Hugo;
Em Santa Catarina, Bela Vista do Toldo, Santiago do Sul e São Pedro de Alcântara;
No Rio Grande do Norte, Canguaretama;
No Maranhão, Codó e Santa Quitéria do Maranhão;
Na Bahia, Matina;
No Espírito Santo, Montanha.
Fonte: IBGE

Diário há 30 anos...
Sábado, 16 de abril de 1988 – ano 30, edição 6728
Manchete – Governo pretende cortar um trilhão de cruzados do orçamento
Automobilismo – Carro argentino estará no Brasil no próximo ano.
Polícia - Cadeia vive clima de alta-tensão: 11 pistoleiros capturados em Diadema não podem ficar juntos, pois existem bandos rivais.

Em 16 de abril de...
1908 – Realizada a primeira viagem de carro entre São Paulo e Santos, via Grande ABC. Da façanha tomam parte Antonio Prado Júnior, Mario Cardim, Glovis Glycerio e Bento Canabarro. A viagem pioneira durou 36 horas.
1918 – Sai o resultado do amistoso entre o Palmeiras FC e o São Bernardo: 2 a 2.
A guerra. Do noticiário do Estadão: o último comboio de navios mercantes brasileiros chega à Europa.
1933 – Fundada a irmandade do Santíssimo Sacramento da igreja Nossa Senhora do Carmo, em Santo André.
1963 – Agentes do Dops com atuação no Grande ABC produzem o comunicado número 130 informando à sua chefia que dirigentes comunistas da cidade trabalhavam para a eleição do maior número possível de representantes na Câmara de Santo André.
1978 – Diarinho, o suplemento infantil do Diário, realiza atividades no Jardim Ipê, em São Bernardo.
1988 – Falece Jacob João Lorenzini, líder autonomista, vice-prefeito de São Caetano, presidente do São Caetano EC quando do título paulista de 1929.

Hoje
Dia Nacional da Voz

Santos do dia
Bernadete Soubirous. Religiosa francesa (1844-1879)
Calisto de Corinto

Flora e fauna do Grande ABC
Também chamada Gongora Bufonia, homenagem a Dom Antonio Caballero Gongora, bispo de Córdoba, na Espanha, e vice-rei de Granada, no México.

A parte mais escura, na tonalidade marrom, é na verdade um louva-Deus se disfarçando em flor para capturar insetos. Tal característica tem um nome: ‘homotipia’, que é o animal na forma de objetos, plantas ou animais do meio.

O louva-Deus usa de sua camuflagem perfeita para confundir a presa. (Pesquisa, texto e foto: Claudinei Correia de Mello, biólogo)


 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;