Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Nova sede da Polícia Militar em Sto.André depende de PPP

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Construção de estrutura que abrigará profissionais da 3ª Cia do 41º Batalhão, na Vila Homero Thon, precisa de investimento


Juliana Stern
Especial para o Diário

10/04/2018 | 07:00


 A nova sede da 3ª Companhia do 41º Batalhão da PM (Polícia Militar), que deve ser construída em terreno cedido pela Prefeitura de Santo André ao Estado, na Vila Homero Thon, depende de PPP (Parceria Público-Privada) para sair do papel. A área de 2.960 metros quadrados – localizada na esquina da Avenida Capuava com a Giovanni Batista Pirelli – foi adquirida pelo Paço em contrapartida pela construção do Atrium Shopping e atribuída à PM.

Em abril de 2016 a Prefeitura aprovou a concessão do terreno, avaliado em R$ 3,9 milhões, para dar espaço à nova sede da 3ª Cia, no entanto, o serviço continua funcionando em edifício alugado na Avenida Guaianazes, no mesmo bairro, o que gera custo de aproximadamente R$ 25 mil ao ano em aluguel.

A administração andreense justifica que vem realizando estudos para viabilizar a obra por meio de parcerias com a iniciativa privada. “Ciente do benefício que a construção dessa sede trará para os moradores da região e do impacto positivo na Segurança pública da cidade, a administração tem promovido ações com o objetivo de possibilitar a construção da nova sede”, informou por meio de nota.

A construção efetiva do novo prédio é de responsabilidade do governo do Estado, mas a Polícia Militar comunicou que, desde a última reunião realizada entre os secretários de Segurança e Habitação do município, e oficiais do 41º Batalhão da PM, no ano passado, aguarda retorno do Paço municipal sobre a confirmação da construção do prédio. “Após a reunião, ficou acertado que a obra seria realizada mediante análise do setor jurídico da Prefeitura, visando o cumprimento de todos os requisitos legais para construção do prédio”, destacou, também por nota.

Para os policiais do 41º batalhão, a construção da nova sede, caso consolidada, trará melhores condições de trabalho e maior facilidade para a população que procura a companhia. “O sobrado da (Avenida) Guaianazes não foi construído para comportar uma companhia. No novo prédio teríamos acomodações melhores e um estacionamento mais amplo, o que beneficiará não só a gente como também quem nos procura”, afirma o capitão Elias Francisco de Souza.

A localização da nova sede também é destacada. “O novo local fica em uma das entradas do município (nas proximidades da divisa com Mauá), bem visível e perto de rodovias-chave. Um ponto estratégico quando pensamos em segurança”, afirma Souza.

A área foi cedida gratuitamente pela Prefeitura à PM por 20 anos, prazo que pode ser prorrogado por mais 20 anos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Nova sede da Polícia Militar em Sto.André depende de PPP

Construção de estrutura que abrigará profissionais da 3ª Cia do 41º Batalhão, na Vila Homero Thon, precisa de investimento

Juliana Stern
Especial para o Diário

10/04/2018 | 07:00


 A nova sede da 3ª Companhia do 41º Batalhão da PM (Polícia Militar), que deve ser construída em terreno cedido pela Prefeitura de Santo André ao Estado, na Vila Homero Thon, depende de PPP (Parceria Público-Privada) para sair do papel. A área de 2.960 metros quadrados – localizada na esquina da Avenida Capuava com a Giovanni Batista Pirelli – foi adquirida pelo Paço em contrapartida pela construção do Atrium Shopping e atribuída à PM.

Em abril de 2016 a Prefeitura aprovou a concessão do terreno, avaliado em R$ 3,9 milhões, para dar espaço à nova sede da 3ª Cia, no entanto, o serviço continua funcionando em edifício alugado na Avenida Guaianazes, no mesmo bairro, o que gera custo de aproximadamente R$ 25 mil ao ano em aluguel.

A administração andreense justifica que vem realizando estudos para viabilizar a obra por meio de parcerias com a iniciativa privada. “Ciente do benefício que a construção dessa sede trará para os moradores da região e do impacto positivo na Segurança pública da cidade, a administração tem promovido ações com o objetivo de possibilitar a construção da nova sede”, informou por meio de nota.

A construção efetiva do novo prédio é de responsabilidade do governo do Estado, mas a Polícia Militar comunicou que, desde a última reunião realizada entre os secretários de Segurança e Habitação do município, e oficiais do 41º Batalhão da PM, no ano passado, aguarda retorno do Paço municipal sobre a confirmação da construção do prédio. “Após a reunião, ficou acertado que a obra seria realizada mediante análise do setor jurídico da Prefeitura, visando o cumprimento de todos os requisitos legais para construção do prédio”, destacou, também por nota.

Para os policiais do 41º batalhão, a construção da nova sede, caso consolidada, trará melhores condições de trabalho e maior facilidade para a população que procura a companhia. “O sobrado da (Avenida) Guaianazes não foi construído para comportar uma companhia. No novo prédio teríamos acomodações melhores e um estacionamento mais amplo, o que beneficiará não só a gente como também quem nos procura”, afirma o capitão Elias Francisco de Souza.

A localização da nova sede também é destacada. “O novo local fica em uma das entradas do município (nas proximidades da divisa com Mauá), bem visível e perto de rodovias-chave. Um ponto estratégico quando pensamos em segurança”, afirma Souza.

A área foi cedida gratuitamente pela Prefeitura à PM por 20 anos, prazo que pode ser prorrogado por mais 20 anos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;