Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Na região, Tião Viana descarta plano B para Lula

Ricardo Stuckert/Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Governador do Acre participou de evento da FMABC e reclama da condenação de líder


Humberto Domiciano
Do Diário do Grande ABC

20/03/2018 | 07:00


O governador do Acre, Tião Viana (PT), afirmou que o PT não trabalha com um plano B caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não reúna condições legais de disputar as eleições presidenciais deste ano.

Na visão do político acriano, o partido vai brigar na Justiça para conseguir liberar a indicação do ex-presidente. “Nossa posição é uma só: Lula será candidato a presidente e acreditamos que pode ganhar no primeiro turno. Não tem plano B e não abrimos mão da defesa da honra, da dignidade e da história dele. Ele foi o maior presidente da história, que mais fez pelo Brasil. Está pronto para fazer uma gestão transformadora”, destacou.

Viana, que participou de evento na FMABC (Faculdade de Medicina do ABC), acrescentou ainda que enxerga injustiças na condenação de Lula. “Foi a maior injustiça que vi e não dá para admitir que a última etapa do Estado condene alguém sem provas. Agora estamos trabalhando para atuar junto ao STF (Supremo Tribunal Federal). Acreditamos que vamos ter justiça, não perdemos a esperança”, completou.

Tião Viana está em seu segundo mandato de governador e afirmou ao Diário que deve deixar a vida pública no fim de 2018. “Saio da política com dois mandatos de senador e dois como governador. Voltarei a dar aulas e ajudar na academia, abrindo espaço para outra geração, mais renovada. Sou o quinto governo seguido do PT e estamos otimistas, teremos um grande debate democrático, contra forças de oposição que não se atualizaram e fazem parte do esquema nacional de erros, como MDB, PP, DEM, PTB”, prosseguiu o petista.

Por fim, o chefe do Executivo acriano fez um balanço das gestões petistas frente ao Estado. “Temos bons indicadores e agora em agosto vamos proclamar fim do analfabetismo, seremos o primeiro Estado do País. Temos também o fim da miséria rural, o Acre quadruplicou o PIB e caminha para industrialização e exportação. Hoje somos o primeiro lugar em Educação na região Norte e éramos os últimos do Brasil”, finalizou o petista.

A disputa pelo Palácio Rio Branco tem dois nomes à frente das pesquisas eleitorais: o prefeito da capital, Marcus Alexandre (PT), e o senador Gladson Camelli (PP). Para o Senado, o irmão de Tião, Jorge Viana (PT), deve conseguir mais um mandato. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;