Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Atlético-MG bate o Uberlândia fora de casa e se garante nas quartas do Mineiro



08/03/2018 | 21:11


O Atlético-MG suou bastante, mas derrotou o Uberlândia nesta quinta-feira e se recuperou da derrota no clássico para o Cruzeiro. Em meio aos altos e baixos apresentados pelo time na temporada, os comandados de Thiago Larghi tiveram atuação segura e viram Ricardo Oliveira e Luan garantirem a vitória por 2 a 0, no Parque do Sabiá, pela penúltima rodada do Campeonato Mineiro.

O resultado confirmou a classificação do Atlético-MG às quartas de final. A equipe foi a 15 pontos, na terceira colocação, e encerra a participação na primeira fase contra o Tombense, domingo, no Independência. O Uberlândia, por sua vez, segue na lanterna, com nove pontos, e precisa derrotar a Caldense domingo, no Ronaldão, para sonhar com a permanência na elite.

O Atlético-MG foi para cima no início e teve bons momentos nesta quinta. Erik e Ricardo Oliveira foram travados. Cazares chutou à direita. Mas foi o Uberlândia que marcou aos nove minutos, quando Daniel Pereira aproveitou desvio na primeira trave e empurrou para a rede. A arbitragem, porém, marcou impedimento inexistente.

O lance não assustou o Atlético-MG, que seguiu em cima, acumulando chances perdidas. Ricardo Oliveira errou o alvo aos 13. Mas era Roni quem segurava o empate. O goleiro do Uberlândia fez grandes defesas em finalização à queima-roupa de Patric, aos 21 minutos, e depois nas tentativas em sequência de Erik e Fábio Santos, aos 35.

Os últimos minutos do primeiro tempo perderam em emoção, mas o Atlético-MG voltou incisivo do intervalo, e aí não teve nada que Roni pudesse fazer. Aos seis minutos, Ricardo Oliveira recebeu na intermediária e encheu o pé, no canto esquerdo baixo do goleiro, que não alcançou.

O gol obrigou o Uberlândia deixar a defesa, e o empate quase saiu em erro de Gabriel. Ele chutou em cima de Victor, que saiu de frente para o gol, mas finalizou para fora. O Atlético-MG caiu de ritmo, e Thiago Larghi colocou em campo Luan. Na primeira tentativa, o atacante recebeu de Cazares, arrancou sozinho e bateu em cima de Roni.

O Uberlândia se lançava, mas não conseguia furar a defesa do Atlético-MG, que era mais perigoso quando atacava. Ricardo Oliveira chegou a perder duas grandes chances, uma de esquerda e outra de direita, e ainda teve gol anulado pela arbitragem, que viu falta no lance.

Os donos da casa deixavam muitos espaços, e o Atlético-MG tinha dificuldades para aproveitar. Aos 42, Tomás Andrade bateu colocado e acertou a trave. Mas já nos acréscimos, Cazares fez boa jogada pela esquerda, Roni cortou o cruzamento e a bola sobrou para Luan, que fuzilou para a rede.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;