Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Abel revela que pediu por Gilberto e Kayke para substituir Dourado no Fluminense

Mailson Santana/ FFC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


08/03/2018 | 09:15


Após o empate em 0 a 0 com o Vasco na noite da última quarta-feira, pela quarta rodada da Taça Rio, o técnico Abel Braga revelou os nomes que desejava para suprir a necessidade de um centroavante no Fluminense após a saída de Henrique Dourado. Segundo o treinador, os seus preferidos eram Gilberto e Kayke.

Os dois alvos de Abel Braga atuaram no futebol paulista na última temporada. Gilberto ficou um período sem clube após deixar o São Paulo mas logo acertou sua ida ao futebol turco, para atuar no Yeni Malatyaspor, e Kayke, sem espaço no Santos, se transferiu para o Bahia.

"O Dourado me colocou que não queria ficar, que não estava mais com a cabeça no clube. Agradeci a ele a sinceridade, um cara do bem, muito correto, mas eu disse para ele: ''Resolve logo isso, porque senão eu vou perder o mercado''. E tinham dois jogadores livres na posição, que eu queria: um era o Gilberto, que estava no São Paulo, e outro era o Kayke, que estava no Santos e foi para o Bahia. Perdi os dois", revelou, lamentando o fato de o Flu não as negociações não terem avançado.

Outro nome que interessava ao Fluminense foi o do uruguaio Rodrigo Aguirre, que está acertado com o Botafogo - o clube alvinegro ainda não anunciou oficialmente o acerto. Mas o centroavante, ex-Nacional, do Uruguai, já fez exames no rival e deve ser apresentado ainda nesta semana. "Continuamos a busca", afirmou Abel.

Sem reforços, o substituto de Dourado tem sido o jovem Pedro, em que o treinador diz confiar, apesar de ter tirado o jogador de campo no segundo tempo do clássico com o Vasco. "Não tirei o Pedro porque ele estava mal não. A bola não chegou para ele. Ele no 1º tempo veio para trás, tocou muito bem", explicou.

CLÁSSICO EQUILIBRADO - Em relação ao jogo contra o Vasco, Abel Braga viu equilíbrio na partida, que, segundo ele, foi muito tática, e elogiou a postura do técnico Zé Ricardo.

"Foi um jogo igual, um jogo pegado, arbitragem neutra. Erramos num detalhe que não costumamos errar. No primeiro tempo deixamos eles muito soltos, mas no segundo, o time encaixou no meio. Foi um jogo extremamente tático, com as equipes espelhadas", disse o técnico. "Para o torcedor não deve ter sido muito bom, pois não teve gols, mas foi uma briga boa com o Zé Ricardo e ele provou que é muito bom como técnico", acrescentou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;