Fechar
Publicidade

Sábado, 27 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

'Eu quero enfrentar o Doria e o Marinho nos debates', cita Lisete

Claudinei Plaza/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Pré-candidata do Psol ao governo do Estado afirma que tucano é ‘falcatrua’ e que petista ‘não foi bom prefeito de São Bernardo’


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

05/03/2018 | 07:00


 Pré-candidata do Psol ao governo do Estado, a professora Lisete Arelaro afirmou que deseja enfrentar, em debate eleitoral, o prefeito de São Paulo, João Doria, provável postulante do PSDB ao Palácio dos Bandeirantes, e o ex-prefeito de São Bernardo e presidente paulista do PT, Luiz Marinho.

“Acho ótimo o Doria ser candidato. Vai ser um prazer e divertido (enfrentá-lo). Ele já cansou. A prática dele é autoritária, mentirosa, privatista. Fenômenos como Doria são fugazes. Em São Paulo, o medidor de satisfação em geral é o motorista de táxi. Se você tomar qualquer táxi o cara critica. E ele era fã do Doria. As pessoas viram que é falcatrua”, disse. “Também gosto que Luiz Marinho seja meu adversário. Conheço o Luiz Marinho, o que fez em São Bernardo. Não acho que foi bom prefeito. Poderia ter sido melhor.”

Lisete foi diretora da Faculdade de Educação da USP (Universidade de São Paulo) e também exerceu o cargo de secretária de Educação em dois mandatos de José de Filippi Júnior (PT) como prefeito de Diadema. Ela militou pelo PT e está há dois anos no Psol.

“Estamos apostando que uma professora, representando um novo partido, uma velhinha, pode ser alternativa”, cita ela, aos 72 anos, quando indagada como pretende furar o domínio de tucanos à frente do Estado mais rico do País – hegemonia iniciada em 1995, com Mário Covas (morto em 2001). “Em política, tudo que está há muito tempo se esgota. Assisti a isso mesmo quando fui do PT e em Diadema. Trinta anos de PT e os problemas começaram. Os problemas criados pelo PSDB depois de 24 anos são aparentes. As pessoas veem. Temos graves problemas na área da Educação, bem como a Saúde.”

Questionada na contradição do desgaste dos tucanos no poder no Estado com as vitórias de Geraldo Alckmin (PSDB) em 2014 e de Doria em 2016 no primeiro turno do pleito, Lisete comentou que “a vida é mais complicada”. “Estamos em um momento inacreditável do País. Acho que as pessoas estão com medo, fracas, descrentes que possa ser diferente, mas as coisas estão acontecendo. Temos de apostar que as eleições sejam uma surpresa.”

 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;