Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 2 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

São Bernardo terá Refis para Faculdade de Direito

Celso Luiz/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Alunos inadimplentes poderão ter até 100% de descontos em juros para pagamento à vista


Humberto Domiciano
Do Diário do Grande ABC

16/02/2018 | 07:00


A Câmara de São Bernardo aprovou projeto de lei que cria programa de regularização de débitos de alunos com a Faculdade de Direito de São Bernardo. A expectativa da gestão do prefeito Orlando Morando (PSDB) é recuperar pelo menos R$ 548,6 mil, o que corresponde a 3% do total considerado perdido da dívida ativa da entidade.

A medida recebeu 26 votos favoráveis na sessão de ontem e é mais um esforço da administração municipal em busca de receitas.

O novo modelo prevê desconto de 100% de multas e juros em caso de pagamento à vista, de 70% no pagamento em três parcelas e de 50% caso o aluno opte por um parcelamento em seis vezes. Já o valor de cada parcela não poderá ser inferior a R$ 248.

De acordo com a justificativa do projeto, a instituição sofre com a inadimplência de 18,61% de parcelamentos acertados em outras oportunidades.

No total, a dívida ativa da Faculdade de Direito, relativa ao ano de 2016, soma R$ 22,4 milhões, dos quais R$ 18,3 milhões estão classificados como perdas irrecuperáveis.

Ainda de acordo com o projeto do Paço, os principais objetivos do refinanciamento são a melhoria das disponibilidades orçamentárias da entidade educacional e também “facilitar o retorno de alunos que tenham se evadido do ambiente acadêmico por motivos de ordem financeira”.

Outra medida nesta linha tomada pelo governo tucano foi o PRT (Programa de Regularização Tributária), que atingiu a marca de R$ 100,9 milhões recuperados em 2017 – a estimativa era de R$ 30 milhões – com a adesão de quase 135 mil contribuintes em São Bernardo. O programa concedeu descontos de 100% de juros e multas para contribuintes que possuíam débitos com o Executivo.

Conforme balanço divulgado pela Prefeitura no fim do ano passado, o maior número de acordos firmados correspondeu a pessoas físicas e com pagamento à vista, o que correspondeu a R$ 24,2 milhões, que retornaram aos cofres municipais.

REDUÇÃO
Os vereadores aprovaram ainda a diminuição dos repasses mensais feitos pelo município ao Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, de 0,25% da receita líquida para 0,17%.

Com isso, São Bernardo, que atualmente repassa mensalmente R$ 451 mil (R$ 5,4 milhões por ano), terá o valor reduzido para R$ 307 mil (R$ 3,7 milhões ao fim de 12 meses).

A redução já havia sido determinada pelo colegiado de prefeitos e será válida para todas as cidades a partir de março. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Bernardo terá Refis para Faculdade de Direito

Alunos inadimplentes poderão ter até 100% de descontos em juros para pagamento à vista

Humberto Domiciano
Do Diário do Grande ABC

16/02/2018 | 07:00


A Câmara de São Bernardo aprovou projeto de lei que cria programa de regularização de débitos de alunos com a Faculdade de Direito de São Bernardo. A expectativa da gestão do prefeito Orlando Morando (PSDB) é recuperar pelo menos R$ 548,6 mil, o que corresponde a 3% do total considerado perdido da dívida ativa da entidade.

A medida recebeu 26 votos favoráveis na sessão de ontem e é mais um esforço da administração municipal em busca de receitas.

O novo modelo prevê desconto de 100% de multas e juros em caso de pagamento à vista, de 70% no pagamento em três parcelas e de 50% caso o aluno opte por um parcelamento em seis vezes. Já o valor de cada parcela não poderá ser inferior a R$ 248.

De acordo com a justificativa do projeto, a instituição sofre com a inadimplência de 18,61% de parcelamentos acertados em outras oportunidades.

No total, a dívida ativa da Faculdade de Direito, relativa ao ano de 2016, soma R$ 22,4 milhões, dos quais R$ 18,3 milhões estão classificados como perdas irrecuperáveis.

Ainda de acordo com o projeto do Paço, os principais objetivos do refinanciamento são a melhoria das disponibilidades orçamentárias da entidade educacional e também “facilitar o retorno de alunos que tenham se evadido do ambiente acadêmico por motivos de ordem financeira”.

Outra medida nesta linha tomada pelo governo tucano foi o PRT (Programa de Regularização Tributária), que atingiu a marca de R$ 100,9 milhões recuperados em 2017 – a estimativa era de R$ 30 milhões – com a adesão de quase 135 mil contribuintes em São Bernardo. O programa concedeu descontos de 100% de juros e multas para contribuintes que possuíam débitos com o Executivo.

Conforme balanço divulgado pela Prefeitura no fim do ano passado, o maior número de acordos firmados correspondeu a pessoas físicas e com pagamento à vista, o que correspondeu a R$ 24,2 milhões, que retornaram aos cofres municipais.

REDUÇÃO
Os vereadores aprovaram ainda a diminuição dos repasses mensais feitos pelo município ao Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, de 0,25% da receita líquida para 0,17%.

Com isso, São Bernardo, que atualmente repassa mensalmente R$ 451 mil (R$ 5,4 milhões por ano), terá o valor reduzido para R$ 307 mil (R$ 3,7 milhões ao fim de 12 meses).

A redução já havia sido determinada pelo colegiado de prefeitos e será válida para todas as cidades a partir de março. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;