Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 24 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Canadá lamenta 'progresso limitado' das negociações do Nafta



14/02/2018 | 00:07


Steve Verheul, negociador do Canadá, disse hoje que as conversas para uma revisão do Acordo de Livre Comércio da América do Norte (Nafta, na sigla em inglês) tiveram "progresso limitado", diante da falta de flexibilidade dos americanos.

O presidente dos Estados Unidos, por sua vez, disse que o Canadá tem tratado seu país "de maneira muito muito injusta quando se trata de importações de madeira". Além disso, as políticas do canadenses para limitar a importação de laticínios "não têm sido fácil" para os fazendeiros de Wisconsin, de acordo com Donald Trump.

Enquanto isso, o representante comercial dos EUA, Robert Lighthizer, disse que as conversas com o México têm mostrado progresso. Já Verheul afirma que a política de Trump de querer ganhar tudo a qualquer custo dificultará a revisão do acordo.

"A principal questão é que temos visto flexibilidade limitada por parte dos EUA em questões relativamente fáceis", disse Verheul em uma reunião organizada pelo Instituto Canadense de Assuntos Globais. "Isso está sendo conduzido em grande parte pelo topo, pelo governo". O canadense acrescentou que haveria muito mais progresso "se os negociadores americanos tivessem mais espaço". Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Canadá lamenta 'progresso limitado' das negociações do Nafta


14/02/2018 | 00:07


Steve Verheul, negociador do Canadá, disse hoje que as conversas para uma revisão do Acordo de Livre Comércio da América do Norte (Nafta, na sigla em inglês) tiveram "progresso limitado", diante da falta de flexibilidade dos americanos.

O presidente dos Estados Unidos, por sua vez, disse que o Canadá tem tratado seu país "de maneira muito muito injusta quando se trata de importações de madeira". Além disso, as políticas do canadenses para limitar a importação de laticínios "não têm sido fácil" para os fazendeiros de Wisconsin, de acordo com Donald Trump.

Enquanto isso, o representante comercial dos EUA, Robert Lighthizer, disse que as conversas com o México têm mostrado progresso. Já Verheul afirma que a política de Trump de querer ganhar tudo a qualquer custo dificultará a revisão do acordo.

"A principal questão é que temos visto flexibilidade limitada por parte dos EUA em questões relativamente fáceis", disse Verheul em uma reunião organizada pelo Instituto Canadense de Assuntos Globais. "Isso está sendo conduzido em grande parte pelo topo, pelo governo". O canadense acrescentou que haveria muito mais progresso "se os negociadores americanos tivessem mais espaço". Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;