Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Chiquinho vê Azulão com outra cara nas mãos de Pintado

Meia afirma que equipe trabalhou pouco na pré-temporada


Anderson Fattori

12/02/2018 | 07:00


Por mais que a situação do São Caetano seja ruim no Campeonato Paulista, o meia Chiquinho acredita que o time possa reagir, ainda mais depois da chegada do técnico Pintado, que, segundo o próprio jogador, deu outra cara ao time.

“Vínhamos em sequência não favorável, perdendo e sem compactação. O Pintado chegou impondo estilo mais efetivo, mas foram poucos dias de trabalho porque a maré de jogos é grande. Não tem nem uma semana que ele chegou. Tem de ter treinamento, nós trabalhamos pouco na pré-temporada, então estamos colhendo os frutos. Mas o time está crescendo, foram dois empates, não é o que queríamos, mas é favorável”, analisou ele.

O meia espera que a reação comece quarta-feira, contra o Santos, na Vila Belmiro. “Nesses jogos o São Caetano cresce e vamos fazer uma grande partida, até porque já temos cara nova”, argumentou. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Chiquinho vê Azulão com outra cara nas mãos de Pintado

Meia afirma que equipe trabalhou pouco na pré-temporada

Anderson Fattori

12/02/2018 | 07:00


Por mais que a situação do São Caetano seja ruim no Campeonato Paulista, o meia Chiquinho acredita que o time possa reagir, ainda mais depois da chegada do técnico Pintado, que, segundo o próprio jogador, deu outra cara ao time.

“Vínhamos em sequência não favorável, perdendo e sem compactação. O Pintado chegou impondo estilo mais efetivo, mas foram poucos dias de trabalho porque a maré de jogos é grande. Não tem nem uma semana que ele chegou. Tem de ter treinamento, nós trabalhamos pouco na pré-temporada, então estamos colhendo os frutos. Mas o time está crescendo, foram dois empates, não é o que queríamos, mas é favorável”, analisou ele.

O meia espera que a reação comece quarta-feira, contra o Santos, na Vila Belmiro. “Nesses jogos o São Caetano cresce e vamos fazer uma grande partida, até porque já temos cara nova”, argumentou. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;