Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Com críticas a secretário, Kiko vê aprovação de verba a entidades

Parlamentares também referenderam concessão de área


Humberto Domiciano
Do Diário do Grande ABC

06/02/2018 | 07:00


A Câmara de Ribeirão Pires aprovou ontem, em sessão extraordinária, projeto de lei do governo de Adler Kiko Teixeira (PSB) que destina R$ 1,8 milhão em recursos municipais para entidades assistenciais. Os trabalhos dos vereadores foi marcado por críticas à articulação política do Paço junto à Casa.

A medida havia causado polêmica no retorno dos trabalhos, na quinta-feira passada, quando a Comissão de Finanças e Orçamento adiou a apreciação da matéria para a sessão de ontem.

O parlamentar Amigão D’Orto (PTC) mostrou insatisfação com o secretário de Assuntos Estratégicos, João Mancuso (PSB). “Ele vibrou com a aprovação do projeto. Sua vibração não pode ser vista como algo contra nós. Estamos aqui pela população de Ribeirão Pires. Não precisava ter vindo aqui nem ter feito reuniões sem convidar nenhum integrante da comissão. Esse tipo de ação truculenta do governo me incomoda. Não fui eleito para isso”, disparou.

O vereador afirmou que entende a urgência do governo em aprovar o projeto, mas sugeriu que a medida fosse apresentada antes. “O respeito tem que ser mútuo. Deveria ter vindo no começo de janeiro (o projeto). É importante para as associações, poderia pedir para subir o recesso”, completou.

Ainda na sessão de ontem, os vereadores aprovaram concessão, por 20 anos, de área no bairro Aliança para a entidade Asvbit (Associação Viva Bem a Idade que Tem), e que oferece atendimento, reinserção social e amparo para idosos. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;