Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Reforma administrativa deve dar mais poderes para Leandro Petrin

Homem de confiança de Paulo Serra ficaria com Comunicação e licitações


Humberto Domiciano
Do Diário do Grande ABC

03/02/2018 | 07:00


O governo do prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), deve realizar em breve uma nova reforma administrativa. Ainda sem prazo para ser enviado à Câmara, o projeto de lei tende a realizar mudanças pontuais na estrutura do Executivo.

De acordo com esboço que circula no primeiro escalão, a principal alteração seria uma redivisão nas unidades administrativas. Especula-se que a de Planejamento e Assuntos Estratégicos, comandada por Leandro Petrin, poderia acolher a Comunicação e até setores responsáveis por licitações. Petrin é homem de confiança de Paulo Serra no governo.

Além disso, está em discussão a divisão da Unidade de Assuntos Institucionais e Comunitários em duas partes. Uma seguiria com o atual titular, Carlos Bianchin, e teria a atribuição de coordenar projetos internos do governo.

Já a outra parte seria destinada a administrar a relação com o Legislativo e teria como titular o atual secretário de Meio Ambiente, Donizeti Pereira (PV).

Para o recém-indicado articulador político do governo tucano, a nova função estaria ligada ao núcleo duro da gestão. “Vou assumir uma Pasta que terá estrutura enxuta e viés institucional, uma espécie de chefia de gabinete para a governabilidade com a Câmara. A ideia é debater, discutir os projetos e estamos aqui para isso. A relação será excelente, como foi com o Bianchin, que estava sobrecarregado e o prefeito entende que relação com os vereadores precisa ser mais específica”, definiu Donizeti.

A expectativa é que o acordo para a transferência de Donizeti para outra função mantenha o comando do Meio Ambiente com o PV.

Donizeti afirmou ainda que as outras alterações contemplariam a Secretaria de Meio Ambiente, com ajustes em suas atribuições. Na visão do verde, entretanto, a mudança não está vinculada à saída de alguns secretários do governo. “Não tem ligação, mesmo porque a maioria dos ajustes será onde os titulares não deverão ser candidatos”, completou o verde.

TROCAS
O governo Paulo Serra prepara para as próximas semanas a substituição de integrantes no primeiro escalão.

Nesta semana, o ex-secretário de Segurança Cidadã Edson Sardano (PTB) retornou à Câmara e deve ser candidato a deputado. O mesmo deve acontecer com Ailton Lima (sem partido, Desenvolvimento Econômico) e Marcelo Chehade (PSDB, Esportes), que trabalham por candidaturas a vagas na Câmara Federal e na Assembleia Legislativa, respectivamente. Outro nome que pode sair é o titular de Habitação, Fernando Marangoni (DEM).

O cenário, por outro lado, tende a contemplar outras modificações, como o possível retorno de Cleide Bochixio para a Secretaria de Educação e a saída de Marcelo Delsir da Pasta de Inclusão Social. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;