Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Guerrilheiros matam prefeito de cidade da Chechênia


Do Diário do Grande ABC

03/05/2000 | 11:20


O prefeito da cidade de Khattuni, na regiao de Vedeno, no sul da Chechênia, foi morto por guerrilheiros, como parte de uma campanha para aterrorizar aqueles que colaboram com as forças russas, informaram nesta quarta-feira funcionários federais. Segundo um porta-voz do governo da Rússia na Chechênia, Alman Mesiyev foi retirado de seu carro e morto a tiros no sábado.

De acordo com um comunicado do comando militar russo no Cáucaso, Mesiyev foi assassinado por rebeldes que tentam intimidar os funcionários chechenos e impedir que colaborem com as forças federais. O prefeito tinha colaborado com tropas federais em seus esforços para desalojar os rebeldes de Vedeno, uma regiao montanhosa do Sul ocupada por militantes.

A agência de notícias Itar-Tass informou, também nesta quarta-feira, que os rebeldes assassinaram três policiais de trânsito em Shelkovskaya, a 65 km a leste de Grozny, a capital de Chechênia. A regiao está ocupada por tropas russas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Guerrilheiros matam prefeito de cidade da Chechênia

Do Diário do Grande ABC

03/05/2000 | 11:20


O prefeito da cidade de Khattuni, na regiao de Vedeno, no sul da Chechênia, foi morto por guerrilheiros, como parte de uma campanha para aterrorizar aqueles que colaboram com as forças russas, informaram nesta quarta-feira funcionários federais. Segundo um porta-voz do governo da Rússia na Chechênia, Alman Mesiyev foi retirado de seu carro e morto a tiros no sábado.

De acordo com um comunicado do comando militar russo no Cáucaso, Mesiyev foi assassinado por rebeldes que tentam intimidar os funcionários chechenos e impedir que colaborem com as forças federais. O prefeito tinha colaborado com tropas federais em seus esforços para desalojar os rebeldes de Vedeno, uma regiao montanhosa do Sul ocupada por militantes.

A agência de notícias Itar-Tass informou, também nesta quarta-feira, que os rebeldes assassinaram três policiais de trânsito em Shelkovskaya, a 65 km a leste de Grozny, a capital de Chechênia. A regiao está ocupada por tropas russas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;