Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 30 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Trotes no exército mataram 22 soldados russos neste ano


Da AFP

15/12/2006 | 14:07


Dados publicados nesta sexta-feira pelo ministério da Defesa revelam que 22 soldados russos morreram por causa dos trotes contra calouros no exército russo desde o começo do ano, e 193 se suicidaram no mesmo período.

Além disso, 55 soldados morreram na república separatista russa da Chechênia e outro está desaparecido.

Em 2004, a organização não-governamental Human Rights Watch causou um escândalo ao publicar um relatório detalhado sobre as centenas de suicídios e milhares de deserções causadas por maus-tratos físicos, humilhações e outras violações freqüentes no exército russo.

A conscientização, pelo menos por parte dos meios de comunicação e das autoridades, do problema dos trotes, que é conhecido há tempos, aconteceu depois da história do soldado Andrei Sychev.

No final de 2005, o jovem de 19 anos, que foi maltratado por vários militares, teve as pernas e os órgãos genitais amputados para deter a gangrena que sofria.

Segundo a promotoria, 550 oficiais russos foram condenados em 2005 por ter maltratado seus soldados.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;